A educação para o enfrentamento da epidemia do HIV * * Este artigo é resultado do Projeto “Ensino na saúde: uma proposta integradora para o Sistema Único de Saúde”, financiado pela Capes, Edital 024/2010 - Pró-Ensino na Saúde (AUXPE nº39/2010).

La educación para el enfrentamiento de la epidemia de VIH

Ana Amélia Nascimento da Silva Bones Márcia Rosa da Costa Sílvio César Cazella Sobre os autores

O objetivo deste estudo foi analisar a percepção dos médicos para construir novos saberes sobre o manejo inicial do usuário com teste rápido reagente para o HIV na Atenção Primária à Saúde. A metodologia de ensino utilizada foi a metodologia da problematização na modalidade de educação a distância. Trata-se de uma pesquisa-ação crítica em um processo reflexivo realizada em um módulo educacional interativo ofertado no curso de especialização da Universidade Aberta do SUS / Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UNASUS/UFCSPA). Os discursos são distribuídos em três categorias de análise: cenários de prática, atendimento integral e educação permanente. Na análise, a apreensão e o compromisso com a realidade, associados com a teorização, geram um plano reflexivo de conduta. Conforme a meta 90-90-90, uma das expectativas é ampliar o diagnóstico; contudo, faz-se necessário a leitura ampliada da prática da revelação diagnóstica.

Educação a distância; HIV; Educação na saúde


UNESP Distrito de Rubião Jr, s/nº, 18618-000 Campus da UNESP- Botucatu - SP - Brasil, Caixa Postal 592, Tel.: (55 14) 3880-1927 - Botucatu - SP - Brazil
E-mail: intface@fmb.unesp.br