Aspectos sociais na identificação de problemas de saúde mental em crianças em dois serviços de saúde em Paris, França

Eunice Nakamura Maëlle Planche Alain Ehrenberg Sobre os autores

Problemas mentais na infância foram analisados da perspectiva sociológica, abordando duas questões: quais os principais comportamentos infantis identificados e considerados problemas de saúde mental, e quais as consequências dessa classificação para o debate dos problemas infantis nas sociedades contemporâneas. Este estudo quanti e qualitativo analisou 275 prontuários de pacientes de dois serviços de saúde mental da infância na região nordeste de Paris, França. A maioria das crianças eram meninos de seis a 11 anos de idade; as queixas foram apresentadas principalmente pelas escolas e pelos pais; os principais problemas eram de comportamento, dificuldades de aprendizagem e de relacionamento (meninos), e problemas afetivos e emocionais (meninas). Há uma interdependência entre um grande número de atores que se preocupam com os comportamentos infantis e um sistema de expectativas parece ser coletivamente tecido por eles como classificações sociais.

Criança; Saúde mental; Comportamentos infantis; Análise sociológica


UNESP Distrito de Rubião Jr, s/nº, 18618-000 Campus da UNESP- Botucatu - SP - Brasil, Caixa Postal 592, Tel.: (55 14) 3880-1927 - Botucatu - SP - Brazil
E-mail: intface@fmb.unesp.br