Motivações para práticas coletivas na Atenção Básica: percepção de usuários e profissionais

Motivations for collective practices in Primary Care: perception of users and professionals

Motivaciones para prácticas colectivas en la Atención Básica: percepción de usuarios y profesionales

Thaís Lopes Friedrich Xavéle Braatz Petermann Silvana Basso Miolo Hedioneia Maria Foletto Pivetta Sobre os autores

Este estudo teve por objetivo compreender as motivações para o desenvolvimento e manutenção de ações grupais na Atenção Básica na percepção de usuários e profissionais. Trata-se de pesquisa descritiva com metodologia qualitativa desenvolvida em uma Unidade de Saúde com Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde de um município do Sul do Brasil. Participaram 15 usuários e cinco profissionais, sendo a amostra intencional, por conveniência e saturação. Os dados foram coletados mediante entrevista narrativa semiestruturada individual e analisados por meio da análise de conteúdo. As categorias que denotaram as motivações dos sujeitos compreenderam as relações interpessoais, a construção de saberes e o cuidado integral. Os resultados encontrados retrataram a importância do trabalho grupal na Atenção Básica para a promoção da saúde, uma vez que apresentaram impacto positivo sobre as condições clínicas, sociais e afetivas dos sujeitos.

Atenção primária à saúde; Processos grupais; Motivação


UNESP Distrito de Rubião Jr, s/nº, 18618-000 Campus da UNESP- Botucatu - SP - Brasil, Caixa Postal 592, Tel.: (55 14) 3880-1927 - Botucatu - SP - Brazil
E-mail: intface@fmb.unesp.br