QUEM PODE COMER NA MESA DO CAPITÃO? INTERTEXTUALIDADE E ALTERIDADE NAS OBRAS DE KATHERINE ANNE PORTER E ANA MARGARIDA DE CARVALHO

WHO CAN EAT AT THE CAPTAIN’S TABLE? INTERTEXTUALITY AND ALTERITY IN THE WORKS OF KATHERINE ANNE PORTER AND ANA MARGARIDA DE CARVALHO

Dora Nunes Gago Sobre o autor

Resumo

Este artigo pretende analisar as relações intertextuais e a alteridade nos romances The Ship of Fools (1962) da escritora americana Katherine Anne Porter e Não se Pode Morar nos Olhos de um Gato (2016) da autora portuguesa Ana Margarida de Carvalho. Partindo de uma abordagem comparatista, com o intuito de analisar semelhanças no seio das diferenças, recorrendo aos contributos teóricos de Tiphaine Samoyault, Ingedore Koch, Paul Voestermans, entre outros, discutiremos o modo como a intertextualidade se assume como porta de entrada na alteridade – elemento fulcral nos dois romances. Com efeito, em ambas as obras, num ambiente de confinamento claustrofóbico, os olhares hostis de desconfiança lançados ao “outro” revelam preconceitos conducentes à injustiça e à discriminação social. Em ambos os casos, “a mesa do capitão” simboliza um estatuto privilegiado, acessível apenas a uma elite minoritária. Por fim, abordaremos a forma como a alteridade confere sentido às inter-relações estabelecidas nas duas obras, sublinhando uma visão pessimista da natureza humana, de inegável atualidade, que nos faz refletir no modo como em pleno século XXI, numa sociedade globalizada, percebemos e (con)vivemos com o “outro”.

Palavras-chave
Alteridade; Intertextualidade; Katherine Anne Porter; Ana Margarida de Carvalho; Navio; Preconceito

Universidade Federal de Santa Catarina Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Bloco B- 405, CEP: 88040-900, Florianópolis, SC, Brasil, Tel.: (48) 37219455 / (48) 3721-9819 - Florianópolis - SC - Brazil
E-mail: ilha@cce.ufsc.br