O quarto narrador, a midiatização e as narrativas da violência

El cuarto narrador, la mediatización y las narrativas de la violencia

Resumo

O artigo observa formatos de narrativa que denominamos “narrativas da violência”. Tratam-se de estruturas sócio-técnico-discursivas de caráter simbólico cuja temática diz respeito a denúncias de violência praticadas contra mulheres, crianças, minorias sociais ou indivíduos integrantes destes extratos sociais. A hipótese é que as “narrativas da violência” são estratégias discursivas midiatizadas por meio das quais os sistemas incorporam irritações de natureza desagregadora, caso dos discursos de violência. Ao fazê-lo, ressemantizam as mesmas, contribuindo para a estabilidade sistêmica e permitindo a emergência de um quarto extrato narrativo a partir da categorização proposta por Genette (1988), na Literatura, e Motta (2013), na Comunicação. A abordagem metodológica é qualitativa (DEMO, 2000); a amostragem analisada, intencional por critério (FRAGOSO; RECUERO; AMARAL, 2011).

Palavras-chave
Sistema; Narrativa; Quarto narrador; Midiatização; Circulação

Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM) Rua Joaquim Antunes, 705, 05415-012 São Paulo-SP Brasil, Tel. 55 11 2574-8477 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: intercom@usp.br