Accessibility / Report Error
Sort publications by
Iheringia. Série Zoologia, Volume: 114, Published: 2024
  • Population biology of Cymadusa filosa (Crustacea: Amphipoda) associated with Sargassum furcatum (Phaeophyceae) beds in a coastal area of Brazil with petrogenic hydrocarbon pollution Article

    Siqueira, Silvana G. L.; Jacobucci, Giuliano B.; Leite, Fosca P. P.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este estudo teve como objetivo avaliar aspectos populacionais e reprodutivos do anfípode ampitoídeo Cymadusa filosa Savigny, 1816 em uma região com poluição por hidrocarbonetos petrogênicos. Amostragens de frondes de Sargassum furcatum e da fauna associada foram realizadas em março, setembro e dezembro de 2007 e fevereiro de 2008, em quatro costões rochosos localizados na Ilha de São Sebastião, sudeste do Brasil. Um total de 1372 espécimes de C. filosa foi registrado, incluindo 934 juvenis, 274 fêmeas (60 ovígeras) e 164 machos. A densidade populacional média variou de 1,27 a 6,40 ind/g, com valores médios maiores em março de 2007 e menores em dezembro de 2007 e fevereiro de 2008. O comprimento corporal total dos machos variou de 4,11 a 20,75 mm e das fêmeas de 3,58 a 20,22 mm. Nenhuma diferença significativa foi detectada entre o tamanho do corpo de machos e fêmeas. A razão sexual geral diferiu significativamente da proporção de 1:1 e foi desviada para as fêmeas (0,60:1). Fêmeas ovígeras ocorreram em maior proporção em fevereiro de 2008 e apresentaram fecundidade média de 26,01 ± 1,84 ovos/fêmea (média ± erro padrão), com grande variação no número de ovos encontrados no marsúpio (entre 1 e 56). A fecundidade aumentou significativamente com o aumento do comprimento corporal das fêmeas. A estrutura populacional e a reprodução de C. filosa foram semelhantes às de populações de outras localidades no Brasil e no exterior, indicando que a poluição por hidrocarbonetos petrogênicos no Canal de São Sebastião não afetou os parâmetros populacionais de C. filosa nesta região.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This study aimed to assess population and reproductive aspects of the ampithoid amphipod Cymadusa filosa Savigny, 1816 in a region with pollution by petrogenic hydrocarbons. Sampling of Sargassum furcatum Kützing, 1843 fronds and the associated fauna was conducted in March, September and December 2007 and February 2008, on four rocky shores located on São Sebastião Island, southeastern Brazil. A total of 1372 specimens of C. filosa were recorded, including 934 juveniles, 274 females (60 ovigerous) and 164 males. Population mean density ranged from 1.27 to 6.40 ind/g with higher mean values in March 2007 and lower in December 2007 and February 2008. The total body length of males varied from 4.11 to 20.75 mm and of females from 3.58 to 20.22 mm. No significant difference was detected between male and female body length. The overall sex ratio significantly differed from 1:1 proportion and was skewed toward females (0.60:1). Ovigerous females occurred in higher proportion in February 2008 and presented mean fecundity of 26.01 ± 1.84 eggs/female (mean ± se), with great variation in the number of eggs found in the marsupium (between 1 and 56). Fecundity increased significantly with increasing female body length. The C. filosa population structure and reproduction were similar to those of populations in other locations, in Brazil and abroad indicating that pollution by petrogenic hydrocarbons in the São Sebastião Channel did not affect the population parameters of C. filosa in this region.
  • Erythraeid larvae of Leptus (Trombidiformes: Erythraeidae) parasitizing a harvestmen species in Atlantic Forest: biology and seasonality of host-parasite interactions (Opiliones: Gonyleptidae) Article

    Oliveira, Ezio Aquino de; Bragagnolo, Cibele

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Relações simbióticas são associações onde duas ou mais espécies vivem intimamente associadas, incluindo parasitismo, forese, mutualismo e outros. Em ácaros, uma das associações mais comuns ocorre entre larvas de Leptus (Erythraeidae), gênero cosmopolita que parasita diversos grupos de artrópodes. No entanto, no Brasil, esses relatos são escassos. No presente estudo, registramos o número de larvas ectoparasitas de ácaros eritreídeos do gênero Leptus encontradas associadas a opiliões da espécie Gonyleptes fragilis Mello-Leitão, 1923 (Gonyleptidae) em um fragmento de Mata Atlântica (Cubatão, São Paulo, Brasil), coletadas ao longo de um ano, entre as quatro estações. Registramos 405 larvas de ácaros associadas a 152 indivíduos de opiliões. A intensidade e prevalência da infecção do ácaro, variação sazonal, preferência do ácaro por partes do corpo e sexo do hospedeiro foram os parâmetros usados ​​para determinar a relação parasita-hospedeiro. A intensidade média de infestação (número de ácaros por indivíduo) variou de 0,3 a 11,3 com intensidade máxima observada de 20 ácaros/indivíduo. Não houve preferência sexual do hospedeiro e quanto à sazonalidade, houve diferenças entre intensidade de infestação e estação do ano, sendo a infestação maior no verão em relação às outras estações. Quanto à localização, a maioria dos ácaros foi encontrada na região mediana do escudo dorsal, próximo à região mediana das áreas III e IV. Este estudo fornece a primeira descrição da variação anual e sazonal na infestação de ácaros em opiliões na Mata Atlântica brasileira.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Symbiotic relationships are associations where two or more species live closely associated, including parasitism, phoresis, mutualism, and others. In mites, one of the most common associations occurs between larvae of Leptus (Erythraeidae), a cosmopolitan genus that parasitizes several groups of arthropods. However, in Brazil, these reports are scarce. In the present study, we recorded the number of ectoparasitic erythraeid mite larvae of the genus Leptus found associated to Opiliones of the species Gonyleptes fragilis Mello-Leitão, 1923 (Gonyleptidae) in an Atlantic Forest fragment (Cubatão, São Paulo, Brazil), collected over one year, between the four seasons. We recorded 405 mite larvae associated with 152 opilionid individuals. The intensity and prevalence of mite’s infection, seasonal variation, mite’s preference for body parts and host sex were the parameters used to determine host-parasite relationship. Mean infestation intensity (number of mites per individual) ranged from 0.3 to 11.3 with maximum observed intensity of 20 mites/individual. There was no sexual host preference and regarding seasonality, there were differences between infestation intensity and season with infestation being higher in summer compared to the other seasons. As for location, most mites were found in the median region of the dorsal shield, near the median frame of area III and IV. This study provides the first description of annual and seasonal variation in mite infestation on Opiliones in the Brazilian Atlantic Forest.
  • Ethogram of Anodorhynchus leari (Aves: Psittacidae) in captivity: a framework for behavioral studies Artigo

    Favoretto, Gabriela R.; Sugieda, Angélica M.; Guida, Fernanda J. V.; Piratelli, Augusto J.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO A arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari Bonaparte, 1856) é um psitacídeo brasileiro globalmente ameaçado de extinção. Apesar de seu status de ameaça (em perigo), há escassez de estudos sobre seu comportamento. Compreender o comportamento desta espécie é crucial para evitar imprecisões nas estratégias de manejo e conservação. Este estudo teve como objetivo delinear o repertório comportamental de indivíduos de arara-azul-de-lear residentes na Fundação Parque Zoológico de São Paulo sob duas condições distintas: pareados e em flocking. De setembro de 2014 a fevereiro de 2016, conduzimos observações diretas utilizando amostragem de todas as ocorrências. Foi compilado um etograma abrangendo 65 atos comportamentais categorizados em dez grupos: manutenção, descanso, locomoção, exploração, alimentação, vigilância, comportamentos sócio-agonísticos, sócio-afiliativos, reprodução e comportamentos estereotipados. Além disso, seis vocalizações foram identificadas com base em espectrogramas e associadas a contextos comportamentais específicos: alarme, contato, coesão de pares, reprodução e imitação. Esses resultados fornecem uma visão abrangente do comportamento da arara-azul-de-lear em cativeiro. As descrições do etograma e das vocalizações servem como recurso fundamental para estudos futuros, facilitando o refinamento das ferramentas empregadas nos esforços de conservação desta espécie.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The Lear’s Macaw (Anodorhynchus leari Bonaparte, 1856) is a Brazilian parrot globally threatened by extinction. Despite its threatened status (endangered), there is a scarcity of studies on its behavior. Understanding the behavior of this species is crucial to prevent inaccuracies in management and conservation strategies. This study aimed to delineate the behavioral repertoire of Lear’s Macaw individuals residing at the Fundação Parque Zoológico de São Paulo under two distinct conditions: paired and in flocking. From September 2014 to February 2016, we conducted direct observations using all-occurrences sampling. An ethogram was compiled, encompassing 65 behavioral acts categorized into ten groups: maintenance, rest, locomotion, exploration, feeding, vigilance, socio-agonistic, socio-affiliative, reproduction, and stereotypic behaviors. Additionally, six vocalizations were identified based on spectrograms and associated with specific behavioral contexts: alarm, contact, pair cohesion, reproduction, and imitation. These findings provide a comprehensive overview of Lear’s Macaw behavior in captivity. The ethogram and vocalization descriptions serve as a foundational resource for future studies, facilitating the refinement of tools employed in the conservation efforts for this species.
  • Ecological and reproductive biology of two sympatric species of Hyalella (Crustacea, Amphipoda, Hyalellidae) from southern Brazil Article

    Limberger, Marcio; Rangel, Carolina; Graichen, Daniel Ângelo Sganzerla; Castiglioni, Daniela da Silva

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Neste trabalho foram analisadas a biologia populacional e aspectos reprodutivos de duas espécies simpátricas de Hyalella em uma nascente encontrada na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul, Brasil. As amostragens foram realizadas por uma pessoa durante dez minutos com puçá no período de um ano (Março/2018 a Abril/2019) e transportadas ao laboratório. Todos os indivíduos amostrados foram sexados, mensurados e separados por classes de tamanho de comprimento do cefalotórax (CC). Hyalella gauchensis Streck & Castiglioni, 2017 foi 22,7 vezes mais frequente e apresentou comprimento do cefalotórax médio significativamente superior a Hyalella longipropodus Limberger, Graichen & Castiglioni, 2021. Machos apresentaram maior tamanho corpóreo (CC) que as fêmeas, embora ocorram em menor número em ambas as espécies. A distribuição de frequência total em classes de tamanho de CC foi bimodal em machos e juvenis e polimodal em fêmeas de H. gauchensis. Em H. longipropodus a distribuição foi bimodal em machos, fêmeas e juvenis. Tanto H. gauchensis quanto H. longipropodus tiveram seu pico reprodutivo e de recrutamento durante as estações mais frias do ano (outono e inverno, respectivamente), entretanto, houve separação temporal sazonal dos picos de intensidade entre as duas espécies, o que poderia indicar diferentes estratégias e/ou adaptações evolutivas para a coexistência das mesmas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT In this work, the population dynamics and reproductive aspects of two sympatric Hyalella species in a river spring were analyzed in the northwestern state of Rio Grande do Sul, Brazil. The samplings were performed by one person, for ten minutes and using a hand net for one-year period (March 2018 to April 2019) and transported to the laboratory. All individuals sampled were sexed, measured, and separated by cephalothorax length (CC) size classes. Hyalella gauchensis Streck & Castiglioni, 2017 was 22.7 times more frequent and showed significantly greater mean cephalothorax when compared to Hyalella longipropodus Limberger, Graichen & Castiglioni, 2021. Males had a larger body size (CC) than females, although they occur in smaller numbers in both species. The total frequency distribution in CC size classes was bimodal in males and juveniles, and polimodal in females of H. gauchensis. In H. longipropodus the distribution as bimodal in males, females and juveniles. Both H. gauchensis and H. longipropodus had their breeding season and recruitment during the colder seasons of the year (fall and winter, respectively). However, there was a seasonal temporal separation of the intensity peaks between the two species, which could indicate different strategies and/or evolutionary adaptations for their coexistence.
Museu de Ciências Naturais Museu de Ciências Naturais, Secretária do Meio Ambiente e Infraestrutura, Rua Dr. Salvador França, 1427, Jardim Botânico, 90690-000 - Porto Alegre - RS - Brasil, Tel.: + 55 51- 3320-2039 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: iheringia-zoo@fzb.rs.gov.br