Odontopediatria no alojamento conjunto: avaliação de um projeto inovador em promoção de saúde bucal

Segundo o paradigma atual de promoção de saúde, a atenção odontológica deve se iniciar ainda nos primeiros meses de vida ou então anteriormente ao nascimento, já que hábitos alimentares e de higiene bucal se estabelecem muito cedo. Avaliou-se o grau de conhecimento e as atitudes das mães com relação à saúde bucal do bebê, após as mesmas terem recebido orientações no período neonatal (projeto "Odontopediatria no alojamento conjunto"/ UFG). Quarenta e seis mães com idades de 15 a 38 anos foram questionadas a respeito das orientações recebidas, bem como seu comportamento em relação às mesmas. Dividiu-se a casuística em dois grupos, A (n=25) e B (n=21), de acordo com o tempo decorrido após a implementação do projeto, ou seja, menor ou igual a três meses e maior que três meses, respectivamente. Frente às orientações recebidas (transmissibilidade da cárie dentária, hábitos alimentares, desenvolvimento das arcadas e higiene bucal), a análise de variância não mostrou diferenças estatisticamente significantes entre os dois grupos (p > 0,05), no que diz respeito ao conhecimento e atitudes das mães. As orientações de higiene bucal do bebê, de aleitamento materno exclusivo até seis meses e a restrição na ingestão de açúcar foram as mais lembradas pelas mães. Recomendações referentes à contribuição ao bom desenvolvimento das arcadas e às precauções quanto ao uso de mamadeiras foram menos recordadas. Considerando a saúde bucal do lactente, seria aconselhável que cuidadores sejam orientados nos períodos pré- e neonatal, sendo que a segunda consulta odontológica pós-nascimento deve idealmente ocorrer por volta do quarto mês de vida da criança.

Promoção de saúde; Higiene bucal; Aleitamento materno


Faculdade De Odontologia De Bauru - USP Serviço de Biblioteca e Documentação FOB-USP, Al. Dr. Octávio Pinheiro Brisolla 9-75, 17012-901 Bauru SP Brasil, Tel.: +55 14 32358373 - Bauru - SP - Brazil
E-mail: jaos@usp.br