Steroidal and triterpenoidal glucosides from Passiflora alata

Flávio H. Reginatto Carla Kauffmann Jan Schripsema Dominique Guillaume Grace Gosmann Eloir P. Schenkel Sobre os autores

Cinco glicosídeos foram isolados a partir das folhas de P. alata. Após extensivas análises espectroscópicas, as estruturas 1-5 foram identificadas como sendo o 3-O-beta-D-glicopiranosil-estigmasterol (1), o ácido 3-O-beta-D-glicopiranosil-oleanólico (2), o ácido 3-O-beta-D-glicopiranosil-(1->3)-beta-D-glicopiranosil-oleanólico (3), o ácido 3-O-beta-D- glicopiranosil-(1->2)-beta-D-glicopiranosil-oleanólico (4) e 9,19-ciclolanost-24Z-en-3beta,21,26-tri-hidróxi-3,26-di-O-gentiobiose (5). Adicionalmente, foram analisados, através de CCD, extratos hidroetanólicos de espécies de Passiflora existentes no sul do Brasil (P. actinia, P. caerulea, P. edulis var. flavicarpa, P. elegans, P. foetida, P. misera e P. tenuifila). A acumulação de saponinas foi verificada somente em Passiflora alata.


Sociedade Brasileira de Química Instituto de Química - UNICAMP, Caixa Postal 6154, 13083-970 Campinas SP - Brazil, Tel./FAX.: +55 19 3521-3151 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: office@jbcs.sbq.org.br