Alteração dos sítios de ligação da lectina no cólon normal e na colite ulcerativa

O presente trabalho objetivou, através de histoquímica com lectinas e análise digital de imagens, avaliar a expressão de carboidratos em amostras de colo normal e com colite ulcerativa. A partir de fragmentos de mucosa intestinal foram obtidos cortes histológicos (4mm) que foram incubados com lectinas (Con A, WGA, LTA e PNA), e os resultados das marcações foram avaliados através de microscopia óptica e sistema de análise de imagens. Os resultados obtidos revelaram uma intensa marcação para as células inflamatórias, principalmente neutrófilos infiltrados no tecido de reto e sigmóide, bem como células das glândulas intestinais. As lectinas WGA e LTA exibiram padrões distintos de marcação entre o epitélio normal e os casos de colite ulcerativa. As lectinas PNA e Con A falharam em reconhecer os carboidratos celulares nos casos estudados em ambos os grupos. Os resultados obtidos foram confirmados pela análise de imagem. As observações obtidas sugerem que as lectinas WGA e LTA são marcadores promissores para diferenciar o epitélio normal do padrão inflamatório da colite ulcerativa, indicando uma expressão distinta de N-acetilglicosamina e L-fucose nos respectivos casos estudados.

Colite ulcerativa; Histoquímica com lectinas; Análise digital de imagens; Diagnóstico


Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, Rua Dois de Dezembro,78/909 - Catete, CEP: 22220-040v - Rio de Janeiro - RJ, Tel.: +55 21 - 3077-1400 / 3077-1408, Fax.: +55 21 - 2205-3386 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: jbpml@sbpc.org.br