N-acetil-β-D-glicosaminidase como biomarcador precoce de disfunção renal para a exposição ocupacional ao chumbo inorgânico

N-acetyl-β-D-glucosaminidase as an early biomarker of renal dysfunction due to occupational exposure to inorganic lead

Leandro Nishikawa Gonçales Mônica Maria Bastos Paoliello Vanderly Janeiro Miguel Machinski Junior Sobre os autores

OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo averiguar a atividade enzimática da N-acetil-β-D-glicosaminidase (NAG) como possível biomarcador precoce de disfunção renal para a exposição ocupacional ao chumbo inorgânico. MATERIAIS E MÉTODOS: Foi selecionado um grupo de 30 pessoas do sexo masculino expostas ao chumbo inorgânico em uma fábrica de baterias localizada no estado do Paraná. Fizeram parte do grupo os funcionários que mostraram valores de chumbo sanguíneo inferiores a 40 mg/dl. O grupo controle foi representado por 15 adultos saudáveis com similaridade em relação à idade e ao gênero do grupo exposto. Foram determinados os níveis de plumbemia, do ácido d-aminolevulínico urinário e a atividade da NAG urinária. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Foi evidenciado que a atividade urinária da NAG foi significativamente maior (p < 0,05; teste U de Mann-Whitney) no grupo exposto ao chumbo inorgânico quando comparado ao grupo controle, e houve uma correlação negativa com significância (p < 0,05; correlação de Spearman Rank Order) entre o indicador biológico de exposição plúmbica e a atividade urinária da NAG. CONCLUSÃO: Os resultados demonstraram que o aumento da atividade urinária da NAG pode ser utilizado como um biomarcador precoce da exposição ao chumbo inorgânico.

Chumbo; N-acetil-β-D-glicosaminidase; Biomarcador; Saúde ocupacional; Urina


Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, Rua Dois de Dezembro,78/909 - Catete, CEP: 22220-040v - Rio de Janeiro - RJ, Tel.: +55 21 - 3077-1400 / 3077-1408, Fax.: +55 21 - 2205-3386 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: jbpml@sbpc.org.br