Tuberculose como doença definidora de síndrome da imunodeficiência adquirida: dez anos de evolução na Cidade do Rio de Janeiro

OBJETIVO: Analisar a freqüência da tuberculose e das outras principais doenças oportunistas definidoras de síndrome da imunodeficiência adquirida, no momento em que estes casos são notificados, no Município do Rio de Janeiro. MÉTODOS: Análise do banco de dados do Sistema de Vigilância Epidemiológica do Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Síndrome da Imunodeficiência Adquirida da Cidade do Rio de Janeiro, no período de 1993 a 2002. RESULTADOS: A expansão da definição de casos de síndrome da imunodeficiência adquirida ocorrida em 1998 criou um aumento substancial no número de casos notificados de síndrome da imunodeficiência adquirida, principalmente por aqueles que passaram a ser definidos pelo critério imunológico. Dentre os casos de síndrome da imunodeficiência adquirida que foram definidos apenas por doença, a candidíase em suas diversas formas manteve-se como a doença oportunista de maior freqüência no momento da notificação. Embora a pneumonia por Pneumocystis carinii se apresentasse como a segunda doença mais freqüente na maioria dos anos observados, a partir de 2001, a tuberculose ultrapassou-a em freqüência, tornando-se a segunda doença mais freqüente no momento da notificação dos casos de síndrome da imunodeficiência adquirida. CONCLUSÃO: Apesar da diminuição do número de casos de síndrome da imunodeficiência adquirida definidos por doença, a tuberculose manteve-se como um importante evento definidor dessa síndrome, sendo atualmente de ocorrência mais freqüente do que a pneumonia por Pneumocystis carinii e a toxoplasmose, provavelmente por sua alta taxa de prevalência na cidade.

Tuberculose; Síndrome da imunodeficiência adquirida; Infecções oportunistas relacionadas com a AIDS


Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia SCS Quadra 1, Bl. K salas 203/204, 70398-900 - Brasília - DF - Brasil, Fone/Fax: 0800 61 6218 ramal 211, (55 61)3245-1030/6218 ramal 211 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: jbp@sbpt.org.br