Accessibility / Report Error

Polidipsia psicogênica e hiponatremia – Efeito colateral da psicose: revisão com relato de caso

RESUMO

A polidipsia primária ou polidipsia psicogênica (PDP) é uma condição que se traduz em altas taxas de morbilidade e mortalidade. Nos doentes psiquiátricos, a PDP e a síndrome da secreção inapropriada do hormônio antidiurético (SIADH) podem resultar em hiponatremia. Nos anos 1970, foi reconhecido que alguns antipsicóticos como o tiotixeno e o haloperidol podiam comprometer a excreção de água livre. Existem ainda diversos casos reportados de hiponatremia iatrogênica em pacientes medicados com antipsicóticos atípicos sugerindo que essa classe farmacológica pode igualmente resultar em hiponatremia. Um caso clínico e uma revisão sobre o tema são reportados neste artigo. A polidipsia psicogênica é uma causa comum de hiponatremia entre os indivíduos com doença mental crônica. Um caso de hiponatremia grave causada por polidipsia psicogênica é descrito envolvendo uma paciente do sexo feminino com antecedentes de perturbação esquizoafetiva. Após alteração da sua medicação antipsicótica para clozapina, observou-se normalização na ingestão hídrica bem como nos níveis de sódio e melhoria da sintomatologia psicótica. A PDP ocorre comumente em doentes esquizofrênicos ou com outras perturbações psiquiátricas e pode resultar em hiponatremia. Um correto diagnóstico com especial atenção a sede, ingestão hídrica e débito urinário é essencial. O tratamento pode incluir a retirada de fármacos e restrição hídrica e salina. Uma vez corrigida, alguns agentes farmacológicos podem ser utilizados.

Polidipsia primária; polidipsia psicogênica; hiponatremia; psicofármacos; antipsicóticos

Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Av. Venceslau Brás, 71 Fundos, 22295-140 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel./Fax: (55 21) 3873-5510 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: editora@ipub.ufrj.br