Sonolência diurna excessiva e qualidade de vida relacionada à saúde dos professores universitários

Excessive daytime sleepiness and quality of life related to the health of university professors

João Marcelo Ramachiotti Soares Amaro Samuel Carvalho Dumith Sobre os autores

RESUMO

Introdução

Problemas relacionados ao sono interferem na qualidade de vida das pessoas. Este trabalho tem o objetivo específico de analisar a influência da sonolência diurna excessiva na qualidade de vida dos docentes.

Métodos

Para tal pesquisa, aplicaram-se três questionários. Para avaliar a qualidade de vida, usou-se o questionário Medical Outcomes Study 36 – Item Short – Form Health Survery. O sono foi avaliado pela escala de Epworth e as demais variáveis foram avaliadas por um questionário semiestruturado, unificado on-line, transcrito no Google Doc.

Resultados

Dos 688 docentes convidados a participar da pesquisa, 40% responderam ao questionário, compondo a amostra do estudo. Dessa amostra, 35,2% apresentaram sonolência diurna excessiva (IC 95%, 29,5-40,9). Houve associação estatisticamente significativa (p < 0,05) entre a sonolência diurna excessiva com menor escore de qualidade de vida em todos os oito domínios avaliados (capacidade funcional, aspectos físicos, dor, estado geral da saúde, vitalidade, aspectos sociais, aspecto emocional e saúde mental).

Conclusão

Este trabalho aborda um importante aspecto, com relação direta sobre a qualidade de vida, que se refere ao sono dos indivíduos. A partir desse levantamento, podem ser planejadas medidas para que os escores de qualidade de vida dos docentes sejam incrementados.

Qualidade de vida; sono; docentes; universidades

Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Av. Venceslau Brás, 71 Fundos, 22295-140 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel./Fax: (55 21) 3873-5510 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: editora@ipub.ufrj.br