Prevalência e fatores associados ao declínio cognitivo em idosos com baixa condição econômica: estudo MONIDI

Prevalence and factors associated with the decline in the elderly with cognitive low economic condition: MONIDI study

Roseane Aparecida Sant' Ana do Nascimento Rafaella Taianne Silva Batista Saulo Vasconcelos Rocha Lélia Renata Carneiro Vasconcelos Sobre os autores

RESUMO

Objetivo

Avaliar a prevalência e os fatores associados ao declínio cognitivo em idosos com baixa condição econômica.

Métodos

Estudo transversal com amostra constituída de 310 idosos residentes no município de Ibicuí/BA. Foi utilizado o Miniexame do Estado Mental para a avaliação do estado cognitivo global. Para a avaliação das variáveis categóricas e análise simultânea, foram utilizados o teste qui-quadrado χ2 e a análise de regressão logística múltipla. A análise estatística foi realizada com nível de significância p ≤ 0,05, cálculo da razão de chances e intervalos de confiança de 95%.

Resultados

A prevalência global do declínio cognitivo foi de 18,7%. A análise dos dados revelou que as variáveis faixa etária e escolaridade estavam estatisticamente associadas ao maior comprometimento cognitivo entre idosos (p ≤ 0,05).

Conclusão

A prevalência de declínio cognitivo observada foi elevada e associou-se a maior faixa etária e menos anos de estudo. Nesse sentido, as ações direcionadas a atenção à saúde do idoso devem fortalecer o cuidado, a prevenção e o controle das perdas cognitivas, principalmente na atenção primária.

Idoso; cognição; envelhecimento

Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Av. Venceslau Brás, 71 Fundos, 22295-140 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel./Fax: (55 21) 3873-5510 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: editora@ipub.ufrj.br