Validade fatorial e de construto da versão em português (Brasil) da Bergen Facebook Addiction Scale

Hugo Rafael de Souza e Silva Kelsy Catherina Nema Areco Paulo Bandiera-Paiva Pauliana Valéria Machado Galvão Anália Nusya de Medeiros Garcia Dartiu Xavier da Silveira Sobre os autores

RESUMO

Objetivo

Avaliar a validade fatorial e de construto da versão em português brasileiro da Bergen Facebook Addiction Scale (BFAS-BR).

Métodos

Um questionário sociodemográfico e as versões em português brasileiro da Online Cognition Scale (OCS-BR) e da BFAS-BR foram aplicados em uma amostra de universitários de cursos de Saúde (n = 356). As evidências da validade de construto foram verificadas por meio da Análise Fatorial Confirmatória. A validade discriminante foi examinada pela análise correlacional das BFAS-BR e OCS-BR.

Resultados

O modelo fatorial proposto da BFAS não apresentou bom ajuste. Então, um modelo reestruturado foi necessário a partir das concepções teóricas das adições de comportamento. O novo modelo apresentou qualidade de ajustamento satisfatório e evidências de validade de construto. A correlação entre as versões em português de ambas as escalas testadas foi forte (ρ = 0,707).

Conclusões

A versão em português da Bergen Facebook Addiction Scale apresentou adequada validade de construto.

Brasil; comportamento; adição; humano; psicometria

Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Av. Venceslau Brás, 71 Fundos, 22295-140 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel./Fax: (55 21) 3873-5510 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: editora@ipub.ufrj.br