O transtorno da personalidade antissocial no cinema brasileiro

Tabata Galindo Honorato Vítor Hugo Sambati Oliva João Mauricio Castaldelli-Maia Francisco Lotufo NetoSobre os autores

RESUMO

Objetivo:

O transtorno de personalidade antissocial (TPA) é um tema de interesse para alunos e profissionais da psiquiatria/saúde mental. O acesso aos aspectos psicopatológicos por meio de filmes é capaz de melhorar a compreensão acerca dos transtornos. Este estudo buscou avaliar a frequência do TPA e de seus critérios diagnósticos no cinema brasileiro, para o ensino.

Métodos:

O método consistiu em levantamento da amostra (por conveniência, dado que o estudo é recorte de outro projeto maior); aplicação de instrumento e análise dos resultados.

Resultados:

Entre os personagens, 44,73% foram diagnosticados com TPA. Todos os critérios diagnósticos para TPA se fizeram presentes. O critério mais frequente foi a prática de atos ilegais. A impulsividade esteve associada à agressividade em 29,4% dos casos e ao uso de substâncias psicoativas em quase 30% dos casos. Entre os personagens, 35,3% sofreram morte prematura e violenta.

Conclusão:

A pesquisa possibilitou identificar as características do TPA no cinema nacional. As trajetórias dos personagens contaram com trechos de realismo variável, mas muitas cenas foram capazes de representar o diagnóstico com clareza. Os dados se mostraram suficientes para indicar a potencialidade do material como base didático-pedagógica.

Palavras-chave
Transtorno da personalidade antissocial; filmes; psicopatia; Brasil; ensino

Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Av. Venceslau Brás, 71 Fundos, 22295-140 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel./Fax: (55 21) 3873-5510 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: editora@ipub.ufrj.br