Prevalência de manifestações clínicas sugestivas de depressão em pacientes portadores de doença falciforme: uma revisão

Amanda Gabrielle Santos Leite Liz Freitas de Sá Oliveira Ricardo Coutinho Fortes Isa Menezes Lyra Sobre os autores

RESUMO

Objetivo:

Avaliar a prevalência mundial de manifestações clínicas sugestivas de depressão em portadores de doença falciforme.

Métodos:

Realizou-se uma busca sistemática nas bases de dados eletrônicas PubMed®, LILACS e SciELO, para identificação dos estudos transversais, publicados em inglês ou português nos últimos 10 anos, que avaliaram a prevalência de depressão em portadores de doença falciforme. A seleção dos artigos foi realizada em duas etapas e por dois pesquisadores independentes seguindo a recomendação PRISMA ( Preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses ). A primeira etapa consistiu na triagem dos títulos e resumos e na segunda etapa foi realizada a análise completa do artigo, ambas seguindo os critérios de inclusão e exclusão predefinidos.

Resultados:

Dos 42 artigos disponíveis, nove foram incluídos na revisão. Foram utilizados sete instrumentos diferentes para rastreio de depressão com diferentes pontos de corte, sendo The Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9) o instrumento mais utilizado. A prevalência mundial de manifestações clínicas sugestivas de depressão variou de 11% a 40%, conforme diversas variáveis verificadas.

Conclusão:

A prevalência de manifestações clínicas sugestivas de depressão encontrada para os portadores de doença falciforme é superior à prevalência de depressão descrita na população geral. Desse modo, é de suma importância o acompanhamento multidisciplinar para essas pessoas, com enfoque na saúde mental.

PALAVRAS-CHAVE
Doença falciforme; depressão; prevalência; transtorno depressivo maior

Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Av. Venceslau Brás, 71 Fundos, 22295-140 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel./Fax: (55 21) 3873-5510 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: editora@ipub.ufrj.br