Jornal Brasileiro de Psiquiatria, Volume: 59, Issue: 4, Published: 2010
  • Validity of the Brazilian Portuguese version of the bipolar spectrum diagnostic scale Original Articles

    Castelo, Milena S.; Carvalho, Eduardo R.; Gerhard, Emília S.; Macêdo, Danielle Silveira; Ferreira, Eduardo D.; Carvalho, André F.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Transtornos do espectro bipolar (TEB) são prevalentes e comumente subdiagnosticados e subtratados. O presente trabalho descreve o desenvolvimento e a validação da versão brasileira da escala diagnóstica do espectro bipolar (B-EDEB), um instrumento de rastreio para transtornos bipolares, em uma população psiquiátrica adulta. MÉTODO: 114 pacientes consecutivos de um ambulatório psiquiátrico completaram a versão brasileira da B-EDEB. Um psiquiatra pesquisador, cego para os escores do B-EDEB, entrevistou os participantes por meio de uma versão modificada do módulo de transtornos do humor da entrevista clínica estruturada para o DSM-IV ("padrão-ouro"). RESULTADOS: A consistência interna da B-EDEB, avaliada mediante o coeficiente alfa de Cronbach, foi de 0,89 (IC 95%; 0,86-0,91). De acordo com o padrão-ouro, 70 (61,4%) participantes tiveram diagnóstico de TEB. Um escore da B-EDEB de 16 ou mais itens apresentou sensibilidade de 0,79 (IC 95%; 0,72-0,85), especificidade de 0,77 (IC 95%; 0,70-0,83), valor preditivo positivo de 0,85 (IC 95%; 0,78-0,91) e valor preditivo negativo de 0,70 (IC 95%; 0,63-0,75). CONCLUSÃO: Os resultados do presente estudo demonstram que a B-EDEB é um instrumento válido para o rastreio de TEB.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: Bipolar spectrum disorders (BSDs) are prevalent and frequently unrecognized and undertreated. This report describes the development and validation of the Brazilian version of the bipolar spectrum diagnostic scale (B-BSDS), a screening instrument for bipolar disorders, in an adult psychiatric population. METHOD: 114 consecutive patients attending an outpatient psychiatric clinic completed the B-BSDS. A research psychiatrist, blind to the B-BSDS scores, interviewed patients by means of a modified version of the mood module of the Structured Clinical Interview for DSM-IV ("gold standard"). Subthreshold bipolar disorders were defined as recurrent hypomania without a major depressive episode or with fewer symptoms than those required for threshold hypomania. RESULTS: The internal consistency of the B-BSDS evaluated with Cronbach's alpha coefficient was 0.89 (95% CI; 0.86-0.91). On the basis of the modified SCID, 70 patients (61.4%) of the sample received a diagnosis of BSDs. A B-BSDS screening score of 16 or more items yielded: sensitivity of 0.79 (95% CI; 0.72-0.85), specificity of 0.77 (95% CI; 0.70-0.83), a positive predictive value of 0.85 (95% CI; 0.78-0.91) and a negative predictive value of 0.70 (95% CI; 0.63-0.75). CONCLUSION: The present data demonstrate that the B-BSDS is a valid instrument for the screening of BSDs.
  • Brazilian version of the Schizophrenia Cognition Rating Scale (SCoRS-Br): validation in clinical settings without informants Artigos Originais

    Ferreira Junior, Breno de Castro; Barbosa, Marilourdes do Amaral; Barbosa, Izabela Guimarães; Borges, Adaise; Hara, Cláudia; Rocha, Fábio Lopes

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: A SCoRS é uma medida coprimária de avaliação da cognição na esquizofrenia, baseada em entrevista, relacionada à performance cognitiva e ao funcionamento no mundo real. Em sua versão original, envolve entrevistas com pacientes e informantes. O objetivo do presente trabalho foi buscar evidências de validade de construto convergente e de fidedignidade da versão brasileira da SCoRS (SCoRS-Br) em contextos sem disponibilidade de informantes qualificados. MÉTODO: Foram incluídos 49 pacientes com diagnóstico de esquizofrenia, segundo o DSM-IV. A validação de construto convergente foi realizada utilizando-se o teste R1 e o Miniexame do Estado Mental (MEEM) como instrumentos-padrão. Estimativas de correlação foram avaliadas pelo método de Pearson. Avaliou-se, ainda, a consistência interna da SCoRS. RESULTADOS: A correlação de Pearson entre os resultados da SCoRS sob a perspectiva do entrevistador e os resultados do teste R1 mostrou-se baixa, mas significativa. O coeficiente de Cronbach foi de 0,8829 para a SCoRS examinador e 0,8468 para a SCoRS paciente e o split-half foi de 0,811 e 0,806, respectivamente. CONCLUSÕES: Os resultados evidenciam a validade convergente e fidedignidade da SCoRS, mesmo empregada sem a utilização de informantes. Estudos são necessários para a investigação dos demais critérios de validação.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The SCoRS is an interview-based co-primary measure of cognitive function in schizophrenia that is related to cognitive performance as well as to real-world functioning. Its original version involves interviews with patients and informants. The objective of this study was to seek evidence of convergent validity and reliability of the Brazilian version of SCoRS (SCoRS-Br) with patients in clinical settings without qualified informants. METHOD: Forty nine patients with schizophrenia (DSM-IV) were assessed with the SCoRS-Br two potential convergent validators: the R1 test and the Mini Mental State Evaluation (MMSE). Pearson correlations between the mean scores of the instruments were estimated. Internal consistence of the SCoRS-Br was also evaluated. RESULTS: Pearson correlation between the SCoRS-Br interviewer rating and the R1 test was low but significative. Cronbach's coefficients were 0.8829 for the interviewer rating and 0.8468 for the patient rating. Split-half were 0.811 and 0.806 respectively. CONCLUSIONS: The results showed the convergent validity and reliability of the SCoRS-Br even when used without informants. Other studies are required to investigate other validation criteria.
  • Reliability study of the neuropsychological test Iowa Gambling Task Artigos Originais

    Cardoso, Caroline de Oliveira; Carvalho, Janaína Castro Núñez; Cotrena, Charles; Bakos, Daniela di Giorgio Schneider; Kristensen, Christian Haag; Fonseca, Rochele Paz

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi verificar evidências de fidedignidade do instrumento neuropsicológico Iowa Gambling Task (IGT) a partir do método teste-reteste. MÉTODO: Participaram 50 indivíduos saudáveis, de 19 a 75 anos de idade, com no mínimo cinco anos de educação formal. A aplicação foi realizada de forma individual, em dois encontros, com intervalo de um a seis meses entre teste e reteste. RESULTADOS: Os resultados evidenciaram uma correlação positiva moderada significativa entre teste-reteste no cálculo global. Na análise por segmentos, os blocos 4 e 5 apresentaram uma correlação positiva moderada, mas não foram observadas correlações significativas nos blocos 1, 2 e 3. CONCLUSÃO: Esses dados corroboram estudos atuais que encontraram correlações moderadas entre teste-reteste em medidas de funções executivas e sugerem que o IGT pode ser empregado para avaliar o processo de tomada de decisão de forma confiável ao longo do tempo, desde que sejam considerados estudos de fidedignidade com populações saudáveis mais amplas e com populações clínicas.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: This study aimed at evaluating reliability evidence of neuropsychological instrument Iowa Gambling Task (IGT) by the means of the test-retest method. METHOD: The sample was comprised of 50 healthy subjects, 19-75 years of age, with at least five years of formal education. The assessment was done individually, in two meetings with an interval from 1 to 6 months between test and retest. RESULTS: The findings showed a significant moderate positive correlation between test-retest in the overall calculation. In the analysis by segments, a significant moderate positive correlation was found for blocks 4 and 5, whereas there were no significant correlations for blocks 1, 2 and 3. CONCLUSION: These data corroborate recent studies that found moderate correlations between test-retest measures of executive functions, and suggest that the IGT can be used to assess decision making over time if specific analyses are taken into account.
  • Suicidal ideation in adolescence: prevalence and associated factors Artigos Originais

    Souza, Luciano Dias de Mattos; Ores, Liliane; Oliveira, Gabriela Teixeira de; Cruzeiro, Ana Laura Sica; Silva, Ricardo Azevedo; Pinheiro, Ricardo Tavares; Horta, Bernardo Lessa

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar a prevalência de ideação suicida, assim como de seus fatores associados, em adolescentes entre 15 e 18 anos da cidade de Pelotas (RS). MÉTODOS: 960 adolescentes responderam a um questionário autoaplicado e sigiloso em estudo transversal de base populacional. A ideação suicida foi aferida por meio do item 17 do SRQ-20, que avalia transtornos psiquiátricos menores. Para a análise estatística, utilizou-se a regressão logística. RESULTADOS: A prevalência de ideação suicida foi de 7,7%. A baixa escolaridade da mãe, a baixa escolaridade do adolescente, o sedentarismo, o uso de álcool e de outras substâncias e o comportamento agressivo mantiveram associação estatisticamente significativa com ideação suicida. CONCLUSÃO: Programas preventivos devem preferencialmente atingir adolescentes de baixa escolaridade que apresentem comportamento agressivo e relatem uso de substâncias.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To assess the prevalence of suicidal ideation and associated factors in adolescents between 15 and 18 years of Pelotas (RS). METHODS: 960 adolescents answered a self-areported and confidential questionnaire in a population-based cross-sectional study. Suicidal ideation was measured by item 17 of the SRQ-20 that assesses minor psychiatric disorders. Statistical analysis used the logistic regression. RESULTS: The prevalence of suicidal ideation was 7.7%. Low mother's education, low schooling, physical inactivity, alcohol and other substances and aggressive behavior remained significantly associated with suicidal ideation after multivariate analysis. CONCLUSION: Prevention programs should preferably reach adolescents with low education who have aggressive behavior and report use of substances.
  • Assessment of quality of life and perception of change in patients with schizophrenia Artigos Originais

    Cesari, Luciana; Bandeira, Marina

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Investigar os fatores associados à qualidade de vida (QV) em pacientes com esquizofrenia, em particular a percepção de mudanças pelo próprio paciente, em função do tratamento recebido em serviços de saúde mental. MÉTODO: O estudo foi conduzido em Divinópolis (MG), com pacientes atendidos no Serviço de Referência em Saúde Mental. Foram realizadas entrevistas individuais estruturadas com a aplicação da Escala de Qualidade de Vida (QLS-BR), Escala de Mudança Percebida (EMP) e questionário sociodemográfico e clínico. Foram conduzidas três análises de regressão linear múltipla, para determinar a importância relativa dos fatores preditores da QV. RESULTADOS: Participaram deste estudo 72 pacientes, sendo a maioria do sexo masculino (59,7%), com diagnóstico de esquizofrenia paranoide (87,5%). A QV dos pacientes enquadrou-se na categoria de considerável prejuízo, com um escore médio global de 3,64. A média global das mudanças percebidas pelos pacientes foi de 2,46. Os principais preditores de melhor QV foram: em primeiro lugar, o escore global de mudança percebida e os escores das subescalas "Aspectos psicológicos e sono" e "Ocupação e saúde física". Outros três preditores foram: estar trabalhando, tomar a medicação sozinho e fazer uso de medicação apenas do tipo oral. CONCLUSÃO: A percepção de mudanças pelo próprio paciente, em função do tratamento, é um fator preditivo importante da QV.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To investigate the factors associated to the quality of life (QOL) of patients with schizophrenia, specially their own perception of changes as a result of treatment received in mental health services. METHOD: The study was conducted in Divinópolis (MG), with patients attending the Reference Service for Mental Health. Individual structured interviews were conducted in order to apply the Quality of Life Scale (QLS-BR), the Scale of Perceived Change (EMP) and socio-demographic and clinical questionnaire. Three multiple linear regression analysis were performed in order to determine the relative contributions of differents predictors of QOL. RESULTS: Participated in this study 72 patients, mostly males (59.7%), diagnosed with paranoid schizophrenia (87.5%). The patients' QOL fitted into the category of considerable damage, with a global average score of 3.64. The global average score of perceived changes was 2.46. The main predictors of better QOL were: firstly, the global score of perceived change and two subscales scores of "Psychological aspects and sleeping condition" and "Occupation and physical health". Other three predictors were: to be working, to take medication by oneself and to use only oral type medication. CONCLUSION: The patients perceived changes due to treatment outcome, is an important predictive factor of patients' QOL.
  • Physical and mental activity on the risk of dementia in the elderly Artigos Originais

    Petroianu, Andy; Capanema, Henrique Xavier de Miranda; Silva, Mariana Moura Quintão; Braga, Nathália Teixeira Palla

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Este trabalho visa a verificar se de fato existe relação entre o risco de demência e a falta de estímulo físico ou mental em idosos. MÉTODOS: Trezentos e três idosos, com idade de 80 anos ou mais, foram estudados por meio de questionários específicos e distribuídos em três grupos de acordo com a prática de atividade física ou mental. Todos foram submetidos ao Miniexame do Estado Mental (MEEM) e, a partir da pontuação obtida, considerando diferentes pontos de corte, de acordo com a escolaridade, foi comparado o risco de desenvolvimento de demência entre os grupos. RESULTADOS: Não houve diferença da pontuação entre sexos. Comparando as incidências de risco aumentado de demência, os indivíduos que não praticavam atividade alguma tiveram risco relativo de 4,27, quando comparados com os indivíduos que praticavam atividade mental, e de 2,21, quando comparados aos praticantes de atividade física. Esses últimos tiveram risco relativo de 1,93, em relação aos praticantes de atividade mental. CONCLUSÃO: A prática regular de atividades físicas e mentais retarda o declínio cognitivo, reduzindo o risco de demência. Entre essas atividades, as mentais foram mais eficazes.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: This study aims to verify if there is a relation between risk of dementia and the absence of physical or mental stimulation in the elderly. METHODS: Three hundred and three elderly people with the age of 80 years old or over, were assessed by means of the specific questionnaires. They were divided into three groups according to practice of physical or mental activity. They were submitted to the Mini-Mental State Examination (MMSE) and assessed according to their educational level and the risk of dementia. RESULTS: There was not difference in scores between the genders. When comparing the increased risk of dementia incidence, individuals who did not practice any activity had a 4.27 relative risk when compared to individuals who practiced mental activity, and 2.21 when compared to practitioners of physical activity. The practitioners of physical activity had a 1.93 relative risk in relation to practitioners of mental activity. CONCLUSION: The regular practice of physical and mental activities delays the cognitive decline, reducing the risk of dementia. The mental activity was more effective.
  • Burden in family caregivers of psychiatric patients: comparison between different types of caregivers Artigos Originais

    Albuquerque, Ellen Pinheiro Tenório de; Cintra, Ana Maria de Oliveira; Bandeira, Marina

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Investigar a sobrecarga objetiva e subjetiva em três diferentes tipos de cuidadores. MÉTODO: A Escala de Avaliação da Sobrecarga de Familiares (FBIS-BR) foi aplicada a 30 pais, 30 irmãos e 30 cônjuges de pacientes diagnosticados com transtornos do espectro de esquizofrenia ou transtornos do humor. RESULTADOS: Sete itens apresentaram diferenças significativas entre os grupos. Os pais apresentaram maior sobrecarga do que os irmãos quanto à frequência com que preparavam as refeições dos pacientes e os aconselhavam a ocupar seu tempo livre. Sentiam também maior grau de incômodo por ter que fazer compras para eles e tinham impressão de maior peso financeiro. Comparativamente aos cônjuges, os pais tinham que lidar mais frequentemente com os comportamentos agressivos dos pacientes, tinham maiores gastos com eles e ainda eram mais preocupados com o seu futuro. Já a sobrecarga dos cônjuges foi maior do que a dos irmãos quanto à impressão de peso financeiro. CONCLUSÕES: As diferenças encontradas apontam para a necessidade de planejamento de intervenções que considerem as particularidades de cada tipo de cuidador.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To investigate the subjective and objective burden in three different types of family caregivers. METHOD: The Family Burden Interview Schedule (FBIS-BR) was administered to 30 parents, 30 siblings and 30 spouses caregivers of psychiatric patients with diagnoses of schizophrenia spectrum or mood disorders. RESULTS: Significant differences between groups were found on seven items of the scale. Parents had higher burden scores than brothers, in regard to how often they prepared meals for patients and advised them on how to use their free time. They also felt a greater degree of discomfort from having to shop for them and had the impression of a greater financial burden. Compared to spouses, parents had to deal more often with patients' aggressive behaviors, had higher expenses with them, and were, in addition, more worried about their future. Spouses had higher burden score than brothers, in regard to perceived financial weight. CONCLUSIONS: The differences observed in caregiver burden suggest the need for planning interventions that take into account the particularities of each type of caregiver.
  • Impact of clinical and socio-demographic profiles in treatment adherence of patients attending a day hospital for alcohol and drug abuse Artigos Originais

    Peixoto, Clayton; Prado, Carlos Henrique de Oliveira; Rodrigues, Cristiele Pedroso; Cheda, Julio Nelson Devicari; Mota, Letícia Brito Tavares da; Veras, André Barciela

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: O presente estudo compara os perfis sociodemográfico e clínico de pacientes que aderiram ou que não aderiram ao tratamento no Centro de Atenção Psicossocial a Usuários de Álcool e Drogas (CAPSad). MÉTODO: Foram analisados 316 prontuários de pacientes do CAPSad de Campo Grande (MS). RESULTADOS: Com isso, pudemos observar que o grupo de pacientes que aderem ao tratamento são mais comumente homens (p = 0,072), mais velhos (p = 0,008), registrados por pai e por mãe (p = 0,068), usuários de álcool (p = 0,005) e com maior tempo de uso (p = 0,005). CONCLUSÃO: Há a necessidade de reformulação das abordagens atualmente aplicadas aos usuários do CAPSad com perfil de não adesão ao tratamento.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The present study compares the sociodemografic and clinical profile of patients that remain or not in treatment in a specialized center for alcohol and drugs (CAPSad). METHOD: Three hundred and sixteen medical records of a specialized center in Campo Grande (MS) were evaluated. RESULTS: Thus we observed that the group of patients that do not remain in the treatment are commonly men (p = 0,072), elderly (p = 0,008), with father and mother record (p = 0,068), alcoholic (p = 0,005) and with more time of addiction (p = 0,005). CONCLUSION: There is a need to reformulate the approaches applied today in CAPSad, especially among patients with predictors of treatment dropout.
  • Self-evaluated burden in adults with attention-deficit hyperactivity disorder (ADHD): a pilot study Brief Communication

    Mattos, Paulo; Dias, Gabriela Macedo; Segenreich, Daniel; Malloy-Diniz, Leandro

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVOS: Investigar a viabilidade e facilidade de administração de instrumento simples e breve de avaliação de comprometimento em adultos com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade e se os subtipos de TDAH se correlacionam com perfis específicos de comprometimento autoavaliado. MÉTODOS: Trinta e cinco adultos (19 homens e 16 mulheres, idade média de 31,74 anos) diagnosticados com TDAH com entrevista semiestruturada (K-SADS) utilizando os critérios da DSM-IV foram solicitados a preencher uma escala tipo Likert cobrindo seis diferentes áreas do funcionamento (acadêmica, profissional, marital, familiar, social e atividades cotidianas). Os clínicos questionaram os pacientes acerca de seu entendimento do questionário e investigaram suas respostas em mais detalhes para avaliar sua consistência. RESULTADOS: Nenhum paciente relatou dificuldades no entendimento do questionário. O questionamento posterior sobre as respostas confirmou as escolhas nas seis áreas. O impacto acadêmico obteve o escore médio mais alto em toda a amostra, seguido pelo profissional. A área social obteve o menor escore nesta amostra.

    Abstract in English:

    OBJECTIVES: To investigate feasibility and easiness of administration of a brief and simple instrument addressing impairment associated with adult attention deficit hyperactivity disorder (ADHD) and if ADHD subtypes were correlated to specific profiles of self-reported impairment. METHODS: Thirty-five adults (19 men and 16 women; mean age of 31.74 years) diagnosed with ADHD according to DSM-IV with a semi-structured interview (K-SADS PL) were asked to fill out a Likert scale covering six different functional areas (academic, professional, marital, familiar, social and daily activities). Clinicians questioned patients about their understanding of the questionnaire and investigated their answers in more details to check consistency of their answers. RESULTS: No patient reported difficulties in understanding the questionnaire. Further questioning of patients' answers confirmed their choices in the six areas. Academic burden had the highest average score in the whole sample, followed by professional burden. Social area had the lowest average score in this sample.
  • Social stigma about alcohol use Artigos De Atualização

    Ronzani, Telmo Mota; Furtado, Erikson Felipe

    Abstract in Portuguese:

    O uso de álcool e outras drogas é um importante problema de saúde pública em todo o mundo, com relativa complexidade no entendimento do tema e nas ações de prevenção e tratamento. O objetivo do presente estudo é apresentar uma revisão bibliográfica sobre estigma social e uso de álcool. Estudos que investigam o estigma social associado ao usuário de álcool e de outras drogas sugerem que tal associação apresenta um importante impacto tanto para a definição de políticas públicas quanto para ações de prevenção e tratamento. A moralização e os estereótipos associados aos usuários podem influenciar direta ou indiretamente nos resultados e na qualidade da prevenção e tratamento do uso. Dessa forma, estudos e ações que visem diminuir o impacto do estigma na qualidade de assistência de usuários tornam-se relevantes.

    Abstract in English:

    The use of alcohol and other drugs is an important public health problem worldwide with certain complexity in understanding about the subject and in prevention and treatment actions. The aim of this paper is to present a bibliographic revision about social stigma and alcohol use. Studies that investigate the social stigma related with alcohol and other drugs users suggest that such association presents an important impact both in definition of public policy and in prevention and treatment actions. Moralization and stereotype associated to users can influence direct or indirectly the quality and outcomes of treatment and prevention of drug use. Nevertheless, studies and actions that aim to decrease the impact of stigma in quality of users assistance are relevant.
  • Hysteria and somatization: what has changed? Revisão De Literatura

    Ávila, Lazslo Antônio; Terra, João Ricardo

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Propor um questionamento sobre o enfoque que se tem dado à histeria num contexto de classificações diagnósticas progressivamente mais técnicas e restritivas; investigar o que pode estar sendo negligenciado quanto aos complexos aspectos de funcionamento inerentes à condição histérica. MÉTODO: Revisão da literatura relevante sobre o tema, a evolução histórica de seu conceito e suas correlações clínicas. RESULTADOS: Descrições clínicas da histeria existem há quase 2 mil anos, com pormenores que pouco diferem dos de descrições mais recentes. A histeria parece permanecer em grande parte incompreendida pela medicina; restam importantes lacunas de conhecimento sobre o que teria tomado, na atualidade, o lugar dos antigos sintomas histéricos. Sabe-se, porém, que inúmeras categorias nosográficas surgiram nas últimas décadas, como a fibromialgia, a sensibilidade química múltipla, a somatização etc., às vezes com alto grau de imprecisão conceitual. CONCLUSÃO: O construto histeria vem se fragmentando cada vez mais nas sucessivas classificações diagnósticas, sem que essa fragmentação favoreça uma maior compreensão de seu significado e de seu enredo. A descrição cada vez mais refinada dos manuais classificatórios, com a eliminação da expressão "histeria", não parece ter representado uma estratégia adequada para um entendimento aprofundado dessa condição, tampouco para um melhor manejo clínico desses pacientes.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: Our aim is to propose a critical revision of the ways hysteria has been considered, with the use of progressively more technical and restrictive categories, discussing what may have been neglected in terms of the complex aspects concerning the hysterical condition. METHOD: Review of the relevant literature on this issue, the historical evolution of its concept and its clinical correlations. RESULTS: Clinical accounts of hysteria are being made for almost 2000 years, showing characteristics that are very similar to present-day descriptions. Hysteria seems to remain mostly unknown by medicine; there are important lacks in the knowledge of what can possibly be in the place of the old hysterical symptoms. What is clear, however, is that several new nosographical categories emerged in the last decades, such as fibromyalgia, the multiple chemical sensitivity or the somatization, which are, frequently, conceptually very imprecise. CONCLUSION: The construct hysteria is being more and more fragmented in the successive diagnostic classifications, but this fragmentation does not mean a great comprehension of its significance and development. The advances in the minudent description in the classificatory manuals, with the exclusion of the expression "hysteria" does not seem to represent an adequate strategy for a deeper understanding of this condition, nor for a better dealing of those patients.
  • Bipolar disorder in childhood and adolescence Resenha De Livro

    Braga, Audrey Regina M.; Kunzler, Lia Sílvia; Hua, Feng Yu
Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Av. Venceslau Brás, 71 Fundos, 22295-140 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel./Fax: (55 21) 3873-5510 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: editora@ipub.ufrj.br