Jornal Brasileiro de Psiquiatria, Volume: 64, Issue: 3, Published: 2015
  • Prevalência e fatores associados ao declínio cognitivo em idosos com baixa condição econômica: estudo MONIDI Artigos originais

    Nascimento, Roseane Aparecida Sant' Ana do; Batista, Rafaella Taianne Silva; Rocha, Saulo Vasconcelos; Vasconcelos, Lélia Renata Carneiro

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Objetivo Avaliar a prevalência e os fatores associados ao declínio cognitivo em idosos com baixa condição econômica. Métodos Estudo transversal com amostra constituída de 310 idosos residentes no município de Ibicuí/BA. Foi utilizado o Miniexame do Estado Mental para a avaliação do estado cognitivo global. Para a avaliação das variáveis categóricas e análise simultânea, foram utilizados o teste qui-quadrado χ2 e a análise de regressão logística múltipla. A análise estatística foi realizada com nível de significância p ≤ 0,05, cálculo da razão de chances e intervalos de confiança de 95%. Resultados A prevalência global do declínio cognitivo foi de 18,7%. A análise dos dados revelou que as variáveis faixa etária e escolaridade estavam estatisticamente associadas ao maior comprometimento cognitivo entre idosos (p ≤ 0,05). Conclusão A prevalência de declínio cognitivo observada foi elevada e associou-se a maior faixa etária e menos anos de estudo. Nesse sentido, as ações direcionadas a atenção à saúde do idoso devem fortalecer o cuidado, a prevenção e o controle das perdas cognitivas, principalmente na atenção primária.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Objective To evaluate the prevalence and factors associated with cognitive decline in the elderly with low economic status. Methods Cross-sectional study sample of 310 elderly residents in the city of Ibicuí/BA. We used the Mini-Mental State Examination for the assessment of global cognitive status. For the evaluation of categorical variables and simultaneous analysis was performed using chi-square test χ2 and multiple logistic regression analysis with exploratory purposes, respectively. Statistical analysis was performed with significance level of p = 0.05, calculating the odds ratio and 95% confidence intervals. Results The overall prevalence of cognitive decline was 18.7%. Data analysis revealed that the variables age and education were statistically associated with greater cognitive impairment among the elderly (p ≤ 0.05). Conclusion The prevalence of cognitive decline observed was high and was associated with older age and with fewer years of schooling. In this sense, the actions directed to health care for the elderly should strengthen the care prevention and control of cognitive losses, particularly in primary care.
  • Indicadores de risco para tentativa de suicídio por envenenamento: um estudo caso-controle Artigos originais

    Pires, Maria Cláudia da Cruz; Raposo, Maria Cristina Falcão; Sougey, Everton Botelho; Bastos, Othon Coelho; Silva, Tatiana Santana; Passos, Marcela Pires dos

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Objetivo Considerando o envenenamento como o método mais utilizado para a tentativa de suicídio e a escassez de evidências nacionais sobre o tema, investigamos alguns possíveis indicadores de risco nesse tipo de tentativa. Métodos Estudo do tipo caso-controle em uma emergência geral de um hospital público, na cidade do Recife com 220 indivíduos, distribuídos em dois grupos de 110 pacientes cada, que estavam em tratamento, sendo o grupo casos os sobreviventes de tentativa de suicídio por envenenamento e os controles, sem história de intoxicação/envenenamento nem tentativa de suicídio, pareados por gênero e idade. Resultados O gênero feminino predominou na amostra (70,9%), com idade média de 29 anos; 73% declararam etnia branca ou morena; menos da metade vivia em convívio marital; a maioria tinha religião; ambos tinham poucos anos de estudo. Houve diferença significativa (p = 0,003) para dependência financeira entre os grupos, com chance 2,25 vezes maior para tentar suicídio entre os casos. Ter sofrido fatos traumáticos e abuso sexual na infância revelou diferença significativa. Conclusões Foram considerados indicadores de risco no grupo caso: estar em dependência financeira de terceiros, ter sofrido abuso sexual na infância, ideação suicida, histórico de transtorno mental na família, possuir algum transtorno mental e, principalmente, comorbidade(s) psiquiátrica(s). No modelo de regressão, foi possível estimar uma chance de tentativa de suicídio por envenenamento de até 94,0% na presença conjunta de quatro fatores. A pesquisa representa uma das primeiras iniciativas para ampliação das discussões sobre os fatores de risco para tentativa de suicídio em âmbito nacional.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Objective As poisoning is most often used method of attempted suicide and data on this topic are scarce in Brazil, we investigated possible indicators of risk for this type of attempt. Methods A case-control study was conducted at the emergency ward of a public hospital in the city of Recife (Brazil) with 220 individuals divided into two groups, each with 110 participants. The case group comprised survivors of attempted suicide by poisoning. The control group was composed of individuals with no history of attempted suicide matched for gender and age. Results The female gender predominated (70.9%). Mean age was 29 years. Self-described skin color was either white or brown among 73%. Less than half lived with a stable partner. The majority had religion and both groups had a low level of schooling. A significant difference between groups was found regarding financial dependence (p = 0.003), the chance of dependence 2.25-fold greater in the case group. The case group reported significantly higher rates of having experienced traumatic events or sexual abuse in childhood. Conclusions Being financially dependent on others, having suffered sexual abuse in childhood, having suicidal ideation, a family history of mental disorders and having psychiatric comorbidities were considered indicators of risk in the case group. The regression model demonstrated up to a 94.0% greater chance of attempted suicide by poisoning in the joint presence of four factors. This study is among the first initiatives to broaden the discussion on risk factors for attempted suicide on the national level.
  • O padrão de uso de drogas por grupos em diferentes fases de tratamento nos Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD) Artigos originais

    Ribeiro, Daniele do Rocio; Carvalho, Denise Siqueira de

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Analisar as características sociodemográficas e o padrão de uso de drogas em pacientes dos CAPS-AD de Curitiba, Paraná. Métodos Trata-se de um estudo observacional, transversal e descritivo em uma amostra de 268 indivíduos, 184 em início e 84 no terceiro mês de tratamento. Os questionários foram aplicados no período entre abril e setembro de 2012 e, além das variáveis sociodemográficas pesquisadas, obtiveram-se informações sobre quais substâncias eram utilizadas, tempo e frequência de uso. Para análise dos dados, utilizaram-se os programas Excel e Epi-Info. Médias e testes de qui-quadrado foram utilizados para a comparação dos grupos. Resultados Em ambos os grupos, predominaram sexo masculino, baixa escolaridade, baixa renda, ser da cor branca, residir com familiar ou amigo e possuir moradia própria. As drogas lícitas foram as mais utilizadas, e a maconha foi a droga ilícita mais utilizada na vida. O crack foi a droga mais utilizada no último ano e no último mês. Inalantes e alucinógenos foram os menos utilizados. Pacientes em terceiro mês de tratamento eram significativamente mais velhos, casados, tiveram menor uso na vida e no último mês de maconha, cocaína e crack, faziam uso mais frequente de álcool, e mais de um terço nunca tinha usado droga ilícita na vida. Conclusão Os achados deste estudo podem subsidiar o desenvolvimento de estratégias que possibilitem que grupos vulneráveis possam acessar e se manter em tratamento nos CAPS-AD.

    Abstract in English:

    Objective The purpose of the study was to analyze the socio-demographic characteristics and the pattern of drug use in patients of CAPS-AD in Curitiba, Paraná. Methods A descriptive cross-sectional study was carried out in a sample of 268 individuals, of which 184 in early phase and 84 in the third month of treatment. Between April and September of 2012, the data was collected with the application of a questionnaire that contained sociodemographic questions and information about characteristics of drug use as substances, time and frequency of use. For data analysis, the programs of Excel and Epi-Info were used. Averages and chi-square tests were calculated in order to compare the two groups. Results The predominant characteristics in both groups were: male, white color, low education, low income, reside with family or friend and own their house. Legal drugs were the most used. Marijuana was the illicit drug most used in life. Considering the last year and last month, crack was the most used. Inhalants and hallucinogens were the least used. Patients in the third month of treatment were significantly older, married and lifetime use of drugs was lower compared to the other group. Also, use of marijuana, cocaine and crack were lower in the last month. Nonetheless, they made more frequent use of alcohol and, over a third had never used illicit drugs in life. Conclusion The findings may help to guide new strategies to increase access to treatment of vulnerable groups and also to remain in treatment in the CAPS-AD.
  • Propriedades psicométricas da Escala de Responsividade Social-2 para Transtornos do Espectro Autista Artigos originais

    Barbosa, Izabela Guimarães; Rodrigues, David Henrique; Rocha, Natália Pessoa; Simões-e-Silva, Ana Cristina; Teixeira, Antônio Lúcio; Kummer, Arthur

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo O objetivo deste trabalho foi avaliar as propriedades psicométricas da versão em português da Escala de Responsividade Social-2 (ERS-2) para crianças e adolescentes com transtorno do espectro autista (TEA). Métodos A ERS-2 foi respondida pelos pais de 90 pacientes com TEA e 25 controles saudáveis. Análises quanto à validade discriminante, índices de confiabilidade e separação, de adequação e calibração dos itens pelo modelo Rasch foram realizadas. Resultados A ERS-2 demonstrou boa consistência interna (alfa de Cronbach = 0,952), um ponto de corte de 41, sensibilidade de 96,8%, especificidade de 100% e valor preditivo negativo de 99,9% para a identificação de TEA. As subescalas apresentaram, de forma geral, adequação ao modelo. No entanto, alguns itens se apresentaram pouco consistentes do ponto de vista estatístico (correlação item-total negativas e misfitting). O mapa de itens mostrou má cobertura da variável latente, especialmente no espectro mais leve do TEA. Conclusão Os resultados deste estudo mostraram que a versão em português da ERS-2 pode ser utilizada como ferramenta de triagem para o reconhecimento de TEA em crianças e adolescentes brasileiros. A escala pode ter versões futuras aprimoradas com a substituição dos itens com pior desempenho.

    Abstract in English:

    Objective The purpose of this research was to assess the psychometric properties of the Portuguese version of the Social Responsiveness Scale-2 (SRS-2) for children and adolescents with autism spectrum disorder (ASD). Methods Parents of 90 patients with ASD and 25 healthy controls responded to the SRS-2. Analyses about the discriminant validity, reliability and separation indexes, fitness and items calibration according to Rasch model were carried on. Results SRS-2 showed good internal consistency (Cronbach's alpha = 0.952), a cutoff score of 41, sensitivity of 96.8%, specificity of 100%, and negative predictive value of 99.9% for the diagnosis of ASD. The subscales generally fitted the model. However, some items presented suboptimal statistics performance (negative item-total correlation and misfitting). The item map showed that the latent variable was not entirely covered by the items, especially on the mildest end of the autistic spectrum. Conclusion The results of this study showed that the Portuguese version of SRS-2 can be used as a screening tool to improve the recognition of ASD in Brazilian children and adolescents. The scale might have improved versions in the future with the substitution of items with worse performance.
  • Cross-cultural adaptation of Sexually Transmitted Disease Knowledge Questionnaire to Portuguese of Brazil Artigos originais

    Teixeira, Lisiane Ortiz; Figueiredo, Vera Lúcia Marques; Mendoza-Sassi, Raúl Andrés

    Abstract in Portuguese:

    Objetivo Adaptar o Questionário sobre Conhecimento de Doenças Sexualmente Transmissíveis (STD-KQ) para o português do Brasil. Métodos O instrumento foi traduzido para o português e retraduzido para o inglês de forma independente. Seis juízes avaliaram a validade aparente e a validade de conteúdo. A validade de conteúdo foi mensurada pelo Coeficiente de Validade de Conteúdo para cada item (CVCc) e para o questionário como um todo (CVCt). A discussão com a população foi realizada por meio de grupos focais com 15 usuários de centros comunitários e 15 universitários. A dimensão teórica do instrumento foi calculada pelo coeficiente Kappa. Resultados Um item foi retirado por apresentar baixa validade de conteúdo (CVCc < 0,80). Duas questões sobre sífilis foram acrescentadas. Para dimensão teórica, houve substancial concordância entre os juízes. Conclusão Os resultados mostraram que, para clareza da linguagem (CVCt = 0,89), pertinência prática (CVCt = 0,92) e relevância teórica (CVCt = 0,93), os itens propostos parecem adequados para a realização de futuras investigações sobre a validade de constructo e a fidedignidade, os quais produzirão evidências sobre a aplicabilidade desse questionário para avaliação do conhecimento no tema abordado.

    Abstract in English:

    Objective To adapt the Sexually Transmitted Disease Knowledge Questionnaire (STD-KQ) for the Portuguese of Brazil. Methods The instrument was translated to Portuguese and back-translate to English to independently. Six judges participated of the face validity and content validity. Content validity was measured by the Content Validity Coefficient for each item (CVCc) and for the whole questionnaire (CVCt). The discussion was established with focus groups formed with 15 users of community center and 15 college students. The theoretical dimension of the instrument was calculated using the kappa coefficient. Results One item was retired because of a lower content validity (CVCc < 0.80). Two questions about syphilis were appended. For theoretical dimension there was substantial agreement among the judges. Conclusion These results show that for clarity of language (CVCt = 0.89), relevance practice (CVCt = 0.92) and theoretical relevance (CVCt = 0.93), the proposed items seem appropriate for conducting future research on the validity construct and reliability, which will produce evidence about the applicability of this questionnaire for evaluation of knowledge in the research field.
Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Av. Venceslau Brás, 71 Fundos, 22295-140 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel./Fax: (55 21) 3873-5510 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: editora@ipub.ufrj.br