Metástase cutânea de adenocarcinoma de cólon: relato de caso

Caroline Merci Caliari de Neves Gomes Fang Chia Bin Wilmar Artur Klug Tiago Valois Marilia Tassinari Gonçalves Preza Sobre os autores

A presença de metástase cutânea (MC) de neoplasia de trato digestivo é um evento pouco frequente, presente em menos de 5% dos casos da doença. Tendo em vista a baixa incidência da metástase cutânea de adenocarcinoma de cólon, será descrito no presente relato um caso incomum que ocorreu no Serviço de Coloproctologia do Departamento de Cirurgia da Irmandade da Santa Casa de São Paulo e será feita uma breve revisão de literatura. Uma paciente do sexo feminino, 78 anos, submetida à hemicolectomia direita, desenvolveu após oito meses tumoração de aproximadamente 8 cm de diâmetro em sua nádega, que foi ressecada cirurgicamente, tendo diagnóstico histológico de metástase de adenocarcinoma de cólon direito. Apesar de ser estimada pela literatura uma sobrevida curta nos casos de MC, a paciente evolui sem sinais de recidiva do tumor após cinco meses do surgimento da metástase em glúteo, com melhora significativa em sua qualidade de vida.

neoplasias do colo; adenocarcinoma; metástase neoplásica; pele; neovascularização patológica


Sociedade Brasileira de Coloproctologia Av. Marechal Câmara, 160/916, 20020-080 Rio de Janeiro/RJ Brasil, Tel.: (55 21) 2240-8927, Fax: (55 21) 2220-5803 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: sbcp@sbcp.org.br