Características sociodemográficas e clínicas e qualidade de vida de pessoas com estomia intestinal

Merifane Januário de Sousa Smalyanna Sgren da Costa Andrade Karen Krystine Gonçalves de Brito Suellen Duarte de Oliveira Matos Hemílio Fernandes Campos Coêlho Simone Helena dos Santos Oliveira Sobre os autores

RESUMO

OBJETIVOS:

Caracterizar os usuários com estomias intestinais quanto aos aspectos sociodemográficos e clínicos e determinar os escores de qualidade de vida segundo domínios do questionário City of Hope.

MÉTODO:

Trata-se de inquérito domiciliar, descritivo, transversal e de abordagem quantitativa, realizado com 30 usuários cadastrados na Associação de Ostomizados do Estado da Paraíba. Utilizou-se formulário específico para estomizados e a análise dos dados foi realizada com o auxílio do programa Statistical Package for the Social Science (SPSS), versão 20.0. A pesquisa foi aprovada com CAAE n. 17224613.8.0000.5183.

RESULTADOS:

A maioria tinha mais de 60 anos, católicos, com ensino fundamental, renda de até três salários, casados ou em união estável, com quase todos os escores de qualidade de vida acima do ponto médio da escala para as variáveis dos domínios explorados pelo questionário City of Hope.

CONCLUSÃO:

O instrumento permitiu inferir que os estomizados pesquisados possuíam qualidade de vida satisfatória.

Palavras-chave:
Qualidade de vida; Estomia; Saúde

Sociedade Brasileira de Coloproctologia Av. Marechal Câmara, 160/916, 20020-080 Rio de Janeiro/RJ Brasil, Tel.: (55 21) 2240-8927, Fax: (55 21) 2220-5803 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: sbcp@sbcp.org.br