Colonografia por tomografia computadorizada como uma opção sensível para o rastreamento do câncer colorretal: Evidências baseadas em metanálise

Ingrid Chaves de Souza Borges Natália Costa Resende Cunha Amanda Marsiaj Rassi Marcela Garcia de Oliveira Jacqueline Andréia Bernardes Leão-Cordeiro Fábio Silvestre Ataides Rogério José Almeida Cesar Augusto Sam Tiago Vilanova-Costa Antonio Márcio Teodoro Cordeiro Silva Sobre os autores

Resumo

Objetivo

Esta meta-análise teve como objetivo avaliar a sensibilidade e especificidade da colonografia por tomografia computadorizada na detecção de pólipos colorretais.

Métodos

Foi realizada uma pesquisa bibliográfica nas bases de dados da PubMed e da Web of Science.

Resultados

Um total de 1.872 pacientes, 57,2% homens e 42,8% mulheres, com idades entre 49 a 82 anos de idade (média de 59,7 ± 5,3 anos) foram incluídos nesta meta análise. A sensibilidade da colonografia por tomografia computadorizada foi estimada em 88,4% (46,3-95,7%; coeficiente de variância [CV]=28,5%) e a especificidade em 73,6% (47,4%-100,0%; CV=37,5%). Para lesões de até 9mm, a sensibilidade foi de 82,5% (62,0-99,9%; CV=25,1%) e a especificidade de 79,2% (32,0-98,0%; CV=22,9%). Para lesõesmaiores que 9mm, a sensibilidade foi de 90,2% (64,0-100,0%; CV=7,4%) e a especificidade de 94,7% (80,0-100,0%; CV=6,2%). Não houve diferença estatisticamente significante entre as sensibilidades por tamanho da lesão (p=0,0958), porém a especificidade foi maior em lesões acima de 9mm (p<0,0001).

Conclusão

A maioria dos estudos analisados no presente trabalho foi realizada antes de 2010, cerca de uma década depois que a colonografia por tomografia computadorizada passou a ser indicada como método de triagem pelas diretrizes europeias e americanas. Portanto, são necessários mais estudos com o objetivo de analisar a técnica apósmaiores avanços tecnológicos, o que poderia levar ao desenvolvimento de dispositivos mais modernos.

Palavras-chave:
colonoscopia virtual; colonografia por tomografia computadorizada; colonoscopia ótica; câncer colorretal; diagnóstico

Sociedade Brasileira de Coloproctologia Av. Marechal Câmara, 160/916, 20020-080 Rio de Janeiro/RJ Brasil, Tel.: (55 21) 2240-8927, Fax: (55 21) 2220-5803 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: sbcp@sbcp.org.br