Accessibility / Report Error
Journal of Epilepsy and Clinical Neurophysiology, Volume: 14, Issue: 2, Published: 2008
  • Editorial Editorial

    De Paola, Luciano
  • Message of the President of the Brazilian League of Epilepsy Mensagem Do Presidente Da Lbe

    Cendes, Fernando
  • Therapeutic carbamazepine (CBZ) and valproic acid (VPA) monitoring in children using saliva as a biologic fluid Original Articles

    Maldonado, C.; Fagiolino, Pietro; Vázquez, M.; Rey, A.; Olano, I.; Eiraldi, R.; Scavone, C.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar retrospectivamente por 3 anos a partir de dados salivares, as terapias com carbamacepina (CBZ) e ácido valproico (VPA) em pacientes pediátricos. MÉTODOS: Foram avaliadas amostras de saliva estimuladas com ácido cítrico por método FPIA em 103 pacientes (idades 1-14 anos) em monoterapia com CBZ ou VPA ou terapia combinada CBZ-VPA. RESULTADOS: Níveis salivares de VPA se relacionaram linearmente com a dose diária, e a relação não linear foi encontrada em pacientes com CBZ. VPA não alterou as concentrações salivares de CBZ, porém a CBZ reduziu os níveis salivares de VPA em pacientes com terapia combinada. Pacientes refratários apresentaram altas concentrações de VPA. Os níveis de CBZ em pacientes não controlados não apresentaram diferenças significativas em relação aos pacientes controlados quando as doses diárias foram mais elevadas. CONCLUSÃO: Saliva estimulada com ácido cítrico é adequada para o monitoramento terapêutico. Níveis da droga na saliva em pacientes que não responderam ao tratamento pode ser explicado pelo transporte de efluxo generalizado.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The aim of the study was to analyze retrospectively carbamazepine (CBZ) and valproic acid (VPA) salivary data collected from epileptic children during a 3-year period. METHODS: Saliva samples stimulated by citric acid were assayed by FPIA method. One hundred and three patients (aged 1-14 years) were in CBZ or VPA monotherapy or in CBZ-VPA combined therapy. RESULTS: VPA salivary levels were linearly related with daily dose, but a non-linear relationship was found for CBZ, in patients under monotherapy. VPA did not alter saliva CBZ concentration. Conversely, CBZ reduced VPA salivary levels. Non-responsive children displayed higher VPA concentrations. CBZ levels in uncontrolled patients showed non-significant difference in relation with controlled subjects even though their daily doses were higher. CONCLUSION: Citric acid stimulated saliva is reliable enough to perform therapeutic drug monitoring. Saliva drug levels in non-responsive patients would be explained according to the generalized efflux transporter overexpression hypothesis.
  • Photic stimulation: standardization of the method based on european consensus Artigos De Revisão

    Britto, Fernanda dos Santos; Santana, Maria Teresa Castilho Garcia de; Albuquerque, Hercília Rosa Xavier de; Uchida, Carina Gonçalves Pedroso; Souza, Larissa Teles de; Caboclo, Luis Otávio S. F.; Yacubian, Elza Márcia Targas

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: Embora a fotostimulação intermitente (FEI) seja rotineiramente utilizada nos laboratórios de eletrencefalografia (EEG), raramente é utilizada de forma padronizada. A FEI é um método de ativação utilizado no EEG de rotina que pode desencadear tanto respostas fisiológicas quanto potencialmente patológicas. Historicamente, o termo fotossensibilidade se refere às respostas anormais à estimulação com luz estroboscópica durante o registro do EEG. OBJETIVO: O objetivo desta publicação é revisar os aspectos diagnósticos do procedimento da FEI, baseados no encontro de consenso realizado em Heemstede na Holanda, em 1996, com o propósito de facilitar e padronizar a detecção de pacientes fotossensíveis.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Although intermittent photic stimulation (IPS) is a widespread and routinely used procedure in EEG laboratories, only relatively recently has a standardization of the IPS method been proposed. IPS is an activation method used during EEG procedure that may trigger either physiological or potentially pathological responses. Historically, the term photosensitivity is referred to abnormal responses to stroboscopic light during EEG. OBJECTIVE: The purpose of this publication was to provide an overview of the diagnostic aspects of IPS procedure, based on data presented at Consensus Meetings held in Heemstede, the Netherlands, in 1996, with the purpose of facilitating the detection of photosensitive patients.
  • Dieta cetogênica e dieta de Atkins modificada no tratamento da epilepsia refratária em crianças e adultos Artigos De Revisão

    Inuzuka-Nakaharada, Luciana Midori

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: A dieta cetogênica (DC) e a dieta de Atkins modificada (DAM) são dietas terapêuticas mundialmente utilizadas no tratamento da epilepsia refratária em crianças e adultos. No Brasil estas modalidades de tratamento são pouco indicadas, restringindo a poucos centros. METODOLOGIA: Revisão de literatura sobre a utilização da DC e DAM no tratamento da epilepsia refratária. CONCLUSÕES: A DC e a DAM são opções terapêuticas eficazes e seguras no tratamento da epilepsia refratária. O acompanhamento destes pacientes deve ser rigoroso, com equipe treinada, prevendo os riscos potenciais e realizando dietas palatáveis e diversificadas.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Ketogenic Diet (KD) and Modified Atkins Diet (MAD) are world-widely therapeutic diets used in the treatment of intractable epilepsy in children and adults. In Brazil those therapies are few indicated and restricted for some centers. METHODS: Revision of literature for the application of KD and MAD in the treatment of intractable epilepsy. CONCLUSIONS: KD and MAD are effective and secure in the treatment of intractable epilepsy. The follow up of these patients must be rigorous, with a trained staff to anticipate the potential risks and elaborating diversified and palatable diets.
  • Epilepsy in famous persons Artigos De Revisão

    Dantas, Fábio Galvão; Ribeiro, Clarissa Dantas; Silva Júnior, Windsor Ramos da

    Abstract in Portuguese:

    Durante a Idade Média, a epilepsia era considerada uma manifestação espiritual, freqüentemente associada à idéia de possessão demoníaca, o que trouxe aos portadores um sofrimento adicional, imposto pelo preconceito. Eles eram segregados e rotulados como "lunáticos", sendo desacreditados e excluídos da vida social e científica. À luz da modernidade, várias celebridades têm sido sugeridas como portadoras de epilepsia, e as manifestações críticas e intercríticas podem ter contribuído, pelo menos em parte, para seus papéis decisivos na história. Este artigo de revisão apresenta algumas evidências de epilepsia em cinco personalidades importantes do passado, as quais, a despeito dos sofrimentos impostos pelos preconceitos e pela própria patologia, deixaram uma obra e um legado histórico de valor incalculável.

    Abstract in English:

    Persons with epilepsy almost always have been seen as lunatic, hysterical or insane people, mainly during medieval times. Thus, they were segregated and left beside social and scientific communities. Nevertheless, several famous persons have been described as suffering from epilepsy, and it is believed that at least some of their important contributions may have resulted from ictal and interictal epileptic phenomena. This paper reviews some evidences of epilepsy diagnosis in five famous persons, who left us a legacy of knowledge and a wonderful artistic production, in spite of having had a very suffering and difficult life.
  • Associação Brasileira de Epilepsia: history of two decades of activities Notas Clínicas, Psicossocial E Científicas

    Guilhoto, Laura Maria de Figueiredo Ferreira; Bononi, Filipe Meneghelli; Mesquita, Sueli; Santos, Cristiane Maciel dos

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: A Associação Brasileira de Epilepsia (ABE) é uma sociedade sem fins lucrativos, que se estabeleceu como organização interessada em divulgar conhecimentos relativos às epilepsias e disposta a promover a melhora da qualidade de vida das pessoas com epilepsia. Este artigo visa descrever e documentar as atividades da ABE desde a sua fundação em 1987. MÉTODOS: Revisão histórica das atividades da ABE. RESULTADOS: A ABE é composta por pessoas com epilepsia, seus familiares, médicos, neurocientistas e outros profissionais da área de saúde. A ABE foi fundada pelo prof. Esper Abrão Cavalheiro da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e foi aceita como o capítulo brasileiro do International Bureau for Epilepsy (IBE) em 1991. A ABE tornou-se capítulo oficial do IBE em 18 de dezembro de 2005; seu CNPJ é de 23 de junho de 2003 e o estatuto foi reformulado conforme no novo Código Civil Brasileiro de 2003 e está registrado no Cartório de Pessoas Jurídicas desde 16 de setembro de 2004. A ABE foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) pelo Ministério da Justiça em 07 de janeiro de 2005, em portaria publicada no Diário Oficial em 17 de janeiro de 2005. A Associação promove palestras mensais sobre temas variados e os associados também participam de atividades, entre elas, o projeto de pintura Arte e Vida, as Oficinas Literária, de Expressão e de Artesanato, com aulas semanais. CONCLUSÃO: A Associação Brasileira de Epilepsia nos últimos 20 anos vem promovendo amplo entendimento das epilepsias através da disseminação de conhecimentos à população em geral, a fim de diminuir o estigma e o preconceito sociedade às pessoas com epilepsia.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The "Associação Brasileira de Epilepsia" (ABE) is a non profit society, which has been organized as an Institution mainly interested in divulging knowledge about the epilepsies and in promoting improvement of the quality of life of people with epilepsy. The aim of this revision is to describe the activities of ABE since its Foundation in 1987. METHODS: Historical review of ABE activities. RESULTS: ABE is composed by people with epilepsy and their relatives, physicians, neuroscientists and other professionals allied to medicine. It was founded by Prof. Esper Abrão Cavalheiro of "Universidade Federal de São Paulo" (UNIFESP) in 1987. ABE was accepted as the Brazilian Chapter of the International Bureau for Epilepsy (IBE) in 1991 and was declared full member of IBE in December 18th, 2005. ABE received Its "CNPJ" number in June, 23rd, 2003 and its statute was reformulated according to the new Civilian Brazilian Code in 2003, which was registered in Legal Entities Registry Office in September 16th, 2004. ABE was qualified as an Organization of Civilian Society with Public Interest (OSCIP) by Brazilian Minister of Justice in January, 7th, 2005, published in Official Diary in January 17th, 2005. ABE promotes monthly seminars about related subjects and the associates may also take part in several activities, including the Project of painting "Arte e Vida", Literature, Expression and Handcraft offices during weekly classes. CONCLUSION: The "Associação Brasileira de Epilepsia" has promoted in the last 20 years broad understanding of the epilepsies trough the dissemination of knowledge to general society, in order to reduce the stigma and the prejudice of the society towards the people with epilepsy.
  • Report of the VI National Meeting of Associations and Support Group of People with Epilepsy Notas Clínicas, Psicossocial E Científicas

    Fernandes, Paula T.; Kanashiro, Ana Lúcia A. Noronha; Gimenez, Pablo; Ling, Li Hui; Coan, Ana Carolina; Li, Li M.

    Abstract in Portuguese:

    O VI Encontro Nacional de Associações e Grupos de Pacientes com Epilepsia realizado nos dias 28 e 29 de março de 2008, sob a organização da APEDF e realização da EPI Brasil congregou 200 pessoas e as Associações de Epilepsia do nosso país. Na primeira parte do Encontro, foram proferidas palestras sobre o tema "epilepsia" sob diferentes enfoques, como aspectos gerais, aspectos cirúrgicos, tratamento, questões trabalhistas, estigma, trabalho em grupo, entre outros. Na segunda parte do Encontro, foi realizada a Assembléia Geral da EPI-Brasil, iniciando-se com a exposição das atividades das associações durante o ano. Após uma rica e intensa troca de experiências, foram feitas as resoluções para o próximo ano de trabalho, reforçando sempre a necessidade de uma ação ampla e mantida: 1. eleição da nova diretoria da EPI-Brasil; 2. Tema anual escolhido para 2008: "Epilepsia e Dignidade"; 3. Fortalecimento das associações na Federação; 4. Estabelecimento de novas parcerias; 5. Permanência no Conselho Nacional de Saúde; 6. Busca de ações específicas voltadas para aprovação da Minuta do Ministério da Saúde; 7. O VII Encontro Nacional das Associações e Grupos de Pacientes com Epilepsia será realizado nos dias 27 e 28 de março de 2009, na cidade de João Pessoa-PB.

    Abstract in English:

    The VI National Meeting of Associations and Support Group of People with Epilepsy was held on March 28th-29th, 2008 under the auspice of APEDF and EPI-Brasil. In the first part, there were lectures on epilepsy, emphasizing general aspects, surgical treatment, stigma, employment. In the second part, EPI-Brasil presented the progress report. After this, there was an election of a new board of directors of EPI-Brasil. Major resolutions were choosen for the coming year; 1. "Epilepsy and Dignity" was chosen as the central theme of the 2008 campaign; 2. Reinforcement of the EPI-Brasil associations; 3. Establishment of new partnership; 4. Continuity in the Conselho Nacional da Saúde; 5. Establishment of the actions to approve Minuta of Ministry of Health; 6. The VII National Meeting of Associations and Support Group of People with Epilepsy will take place in the city of João Pessoa-PB, during the period of March 27-28th of 2009.
  • Reunião do Grupo Lusofônico em Moçambique Notas Clínicas, Psicossocial E Científicas

    Yacubian, Elza Márcia Targas
Liga Brasileira de Epilepsia (LBE) Av. Montenegro, 186 sala 505 - Petrópolis, 90460-160 Porto Alegre - RS, Tel. Fax.: +55 51 3331 0161 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: jecnpoa@terra.com.br