Fazer História, Fazer Sentido: Associação Cultural do Negro (1954-1964)

Make History, Make Sense: Associação Cultural do Negro (1954-1964)

Mário Augusto Medeiros da Silva

Discutir-se-ão os anos iniciais de atuação da Associação Cultural do Negro, criada por antigos ativistas e intelectuais da imprensa negra paulistana. Naquele período, ela conseguiu promover ações, jornais, livros e atos públicos visando debater o papel do negro na formação da sociedade brasileira, situando-o num lugar alternativo ao da subalternidade imposta pelo fim da escravidão. Foi apoiada por intelectuais, escritores, sociólogos, ativistas (nacionais e estrangeiros) interessados pelos problemas do grupo negro no Brasil e no continente africano, como Florestan Fernandes, Sérgio Milliet, José Mindlin, Henrique Losinkas Alves, Léon Gontran Damas e os intelectuais da revista Présence Africaine, entre outros. O interesse do artigo é pensar os alcances e limites dessa associação e suas atividades, pouco refletida pela bibliografia conhecida sobre relações raciais e história de movimentos negros no Brasil.

Associação Cultural do Negro; Black movement; Racials relations; São Paulo


CEDEC Centro de Estudos de Cultura Contemporânea - CEDEC, Rua Riachuelo, 217 - conjunto 42 - 4°. Andar - Sé, 01007-000 São Paulo, SP - Brasil, Telefones: (55 11) 3871.2966 - Ramal 22 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: luanova@cedec.org.br