Poder e resistência: um ensaio sobre a dimensão conceitual do "Império"

Marcio Goldman Sobre o autor

Este ensaio explora as dimensões propriamente conceituais de Império, de Michael Hardt e Antonio Negri. Trata-se, basicamente, de levar a sério os autores quando afirmam que a noção não é nem uma metáfora nem uma descrição, mas um conceito. Vinculando essa afirmativa à perspectiva construtivista de Gilles Deleuze e Félix Guattari, procura-se demonstrar que o livro é uma tentativa de transpor para o plano da análise política, histórica e etnográfica concreta uma série de novas concepções acerca do poder elaboradas ao longo das décadas de 60 e 70. Nessa direção, busca-se demonstrar que o conceito de "Império" só é realmente operativo quando acompanhado de seu correlato, o de "multidão", o qual, assim como o primeiro, consiste em uma entidade conceitual que permite não apenas analisar o presente mas discernir linhas de ação nos espaços por ele desenhados.

Poder; Política; Identidade; Alteridade; Multidão; Império


Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Quinta da Boa Vista s/n - São Cristóvão, 20940-040 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.: +55 21 2568-9642, Fax: +55 21 2254-6695 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revistamanappgas@gmail.com