Reconhecimento estatal e identificação étnica: o caso da "Coordinación de Pueblos Originarios de Almirante Brown" da Região Metropolitana de Buenos Aires

Juan Manuel Engelman Garreta Sobre o autor

Resumo

O presente trabalho objetiva problematizar os processos de reconhecimento e participação estatal das novas gerações de lideranças indígenas dentro dos governos locais da Região Metropolitana de Buenos Aires. Para o caso aqui abordado, será retomada a experiência da “Coordinación de Pueblos Originarios de Almirante Brown” (2015 - 2018), a fim de exemplificar um conjunto de formatos inovadores de negociação entre os povos indígenas e o Estado, além da gestão administrativa e legal que a população indígena realiza ao lutar por melhores condições de vida, reivindicações por território e identidade no meio urbano.

Palavras-chave:
Povos Indígenas Urbanos; Reconhecimento do Estado; Governos Locais; Etnia

Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Quinta da Boa Vista s/n - São Cristóvão, 20940-040 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.: +55 21 2568-9642, Fax: +55 21 2254-6695 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revistamanappgas@gmail.com