• Língua e poder: transcrevendo a questão nacional Artigos

    Dias, Juliana Braz

    Abstract in Portuguese:

    O objeto de análise deste artigo é o debate no seio de um grupo de intelectuais cabo-verdianos em torno da situação lingüística em Cabo Verde. Suscitado pelo problema da criação da imagem de um Estado único e indivisível em um contexto marcado pela pluralidade linguística, esse debate revela como a questão da língua pode constituir um obstáculo à adequação dos países periféricos ao modelo de organização social, política, econômica e cultural representado pelo Estado-nação. As propostas de padronização e oficialização da língua crioula são abordadas a fim de revelar os interesses de grupo que orientam tal perspectiva e as possíveis conseqüências desta política lingüística que, apesar de seu impacto na sociedade cabo-verdiana, permanecem silenciadas nos discursos analisados.

    Abstract in English:

    This article aims to analyze the debate taking place among a group of Cape Verdean intellectuals concerning the linguistic situation in Cape Verde. Motivated by the problem of creating the image of a single and indivisible State in a context marked by linguistic plurality, this debate reveals how the question of language can act as an obstacle for developing countries in terms of attaining the social, political, economic and cultural organization represented by the Nation-State. Proposals to make Creole a standard and official language are examined in order to expose the interests of the group promoting this standpoint, as well as the possible consequences of this kind of linguistic politics, which despite its impact on Cape Verdean society, remain silenced in the analyzed discourses.
  • O que nos diz a arte kaxinawa sobre a relação entre identidade e alteridade? Artigos

    Lagrou, Elsje Maria

    Abstract in Portuguese:

    A intenção deste texto é demonstrar, através do diálogo com vários antropólogos que pensaram a arte enquanto linguagem específica, como a perspectiva kaxinawa sobre o entrelaçamento da alteridade e da identidade no tecido da vida se expressa na sua arte. Com esse objetivo, é explorado o modo como a alternância entre figura e fundo chama a atenção para a presença simultânea da figura e de seu contrário corolário na pintura corporal e tecelagem, assim como na arte plumária dos homens, onde a relação entre simetria e assimetria recebe um tratamento diferente mas complementar ao da arte feminina.

    Abstract in English:

    Turning to various anthropologists who have approached art as a specific type of language, this paper aims to show how the Cashinahua vision of the interweaving of alterity and identity in the fabric of life is expressed in their body painting and textile work. Here, the alternation between figure and ground calls attention to the simultaneous presence of both the figure and its counter-figure, just as in men's plumary art where the relation between symmetry and asymmetry receives a different but complementary treatment to the artwork produced by women.
  • Discursos e contradiscursos: o olhar da midia sobre o Islã no Brasil Artigos

    Montenegro, Silvia M.

    Abstract in Portuguese:

    O artigo analisa a relação entre mídia e Islã no Brasil, considerando especialmente a produção jornalística de estereótipos que consagram uma política específica de interpretação dos muçulmanos e sua fé. Partindo de dados coletados durante pesquisa junto à comunidade sunita do Rio de Janeiro, tem por objetivo apresentar o discurso da mídia sobre o Islã enquanto um processo reversível, com consequências e efeitos na construção identitária dos muçulmanos. Analisando tanto a representação destes produzida pela mídia quanto sua resposta a ela, é possível revelar o diálogo entre a produção de estigmas e a construção de adscrições positivas de identidade.

    Abstract in English:

    This article provides an analysis of the relationship between the media and Islam in Brazil, focusing especially on the journalistic production of stereotypes that instil a specific politics of interpretation of Muslims and their faith. Drawing on data collected during more wide-ranging research on the Muslim Sunni community in Rio de Janeiro, the article aims to present media discourse on Islam as a two-way process, with effects and consequences for the construction of identity in the Muslim community. Analyzing both the representation of Muslims produced by the media and the community's response makes it possible to reveal the dialogue between the creation of stigmas and the construction of positive ascriptions of identity.
  • Pluralizar o universal: guerra e paz na obra de Hannah Arendt Artigos

    Stolcke, Verena

    Abstract in Portuguese:

    Cada teoria tem sua biografia. A obra de Hannah Arendt sobre o totalitarismo nasceu de suas vivências como judia alemã, desterrada de seu próprio país. Em seu pensamento inconformista, ocupa um lugar central a noção de pária, que inspira uma filosofia política na qual busca conciliar liberdade intelectual e compromisso político. Subjacente a esta filosofia, encontra-se uma antropologia humanista cujo núcleo é uma concepção da experiência humana compartilhada cuja diversidade reside precisamente em uma liberdade criativa originária. Ela desafia assim as fronteiras e identidades exclusivas, fruto do Estado nacional moderno, e propõe em seu lugar uma cultura cívica e uma justiça que transcendam os marcos nacionais.

    Abstract in English:

    Every theory has its own biography. Hannah Arendt's work on totalitarianism was born from her experiences as a German Jew, exiled from her own country. Central to her nonconformist thought is the notion of pariah, inspiring a political philosophy in which she seeks to reconcile intellectual freedom with political commitment. Behind this philosophy lies a humanist anthropology whose nucleus is a conception of shared human experience, the diversity of which resides precisely in an original creative freedom. As a result, her work challenges exclusive identities and borders - products of the modern nation state - and in place proposes a civic culture and a form of justice transcending national limits.
  • O nativo relativo Artigos

    Viveiros de Castro, Eduardo

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo tenta extrair as implicações teóricas do fato de que a antropologia não apenas estuda relações, mas que o conhecimento assim produzido é ele próprio uma relação. Propõe-se, assim, uma imagem da atividade antropológica como fundada no pressuposto de que os procedimentos característicos da disciplina são conceitualmente de mesma ordem que os procedimentos investigados. Entre tais implicações, está a recusa da noção corrente de que cada cultura ou sociedade encarna uma solução específica de um problema genérico, preenchendo uma forma universal (o conceito antropológico) com um conteúdo particular (as concepções nativas). Ao contrário, a imagem aqui proposta sugere que os problemas eles mesmos são radicalmente diversos, e que o antropólogo não sabe de antemão quais são eles.

    Abstract in English:

    This article attempts to extract the theoretical implications arising from the fact that anthropology not only studies relations, but that the knowledge it produces in the process is itself a relation. It therefore proposes an image of anthropology as an activity founded on the premise that the procedures characteristic of the discipline are conceptually of the same order as those it investigates. Among these implications is the rejection of the contemporary notion that each culture or society embodies a specific solution to a generic problem, filling a universal form (the anthropological concept) with a particular content (the native conceptions). Much the opposite: the image proposed here suggests that the problems themselves are radically heterogenic, and that the anthropologist cannot know beforehand what these will be.
  • Reflexões sobre biopoder e pos-colonialismo: relendo Fanon e Foucault Artigo Bibliográfico

    Cunha, Olívia Maria Gomes da

    Abstract in Portuguese:

    Autores como Michel Foucault e Franz Fanon têm figurado de forma influente tanto em estudos sobre questões relativas a estratégias de poder e representação em contextos pós-coloniais, quanto em debates e análises de ordem teórica sobre pós-colonialismo. Particularmente, as noções de biopoder e governamentalidade, originárias do pensamento de Foucault, e as reflexões de Fanon sobre a construção de formas de subjetivação racializadas e coloniais, têm ensejado um amplo debate sobre a permanência e circulação de retóricas raciais transnacionais. Através da leitura de David Scott, em Refashioning Futures - Criticism after Postcoloniality (1999), e Paul Gilroy, em Against Race - Imagining Political Culture beyond the Color Line (2000), este ensaio procura identificar a pertinência da combinação de ambos os autores em estudos que, de forma distinta, se debruçam sobre a complexa relação entre corpo e modernidade e suas implicações nos campos político e intelectual contemporâneos.

    Abstract in English:

    Authors such as Michel Foucault and Franz Fanon have been influential figures both in studies of questions relating to strategies of power and representation in post-colonial contexts, and in the theoretical debates and analyses surrounding post-colonialism. In particular, the notions of bio-power and governmentality, originally found in Foucault's thought, and Fanon's reflections on the construction of forms of racial and colonial subjectification, have enabled a wide debate on the permanence and circulation of transnational racial rhetorics. Through a reading of David Scott's Refashioning Futures - Criticism after postcoloniality (1999), and Paul Gilroy's Against Race - Imagining Political Culture Beyond the Color Line (2000), this essay seeks to identify the pertinence of combining both authors in studies that, in different ways, rely on the complex relationship between body and modernity and its implications in the present-day political and intellectual fields.
  • Espaços nacionais e circulação internacional de idéias A Propósito de Mana

    Neiburg, Federico

    Abstract in Portuguese:

    Mana. Estudos de Antropologia Social foi criada em 1995 por um grupo de professores e pesquisadores de uma das mais antigas e tradicionais instituições de ensino e pesquisa em antropologia no Brasil: o Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional (UFRJ). Foi concebida como um canal para a discussão de pesquisas originais em antropologia, levadas a cabo por autores não necessariamente sediados em instituições brasileiras e que não necessariamente tivessem o Brasil ou a América Latina como seu horizonte de indagações empíricas. Nesse sentido, a revista foi bem-sucedida, transformando-se em uma vitrine da antropologia feita no Brasil e do dinamismo dos debates internacionais na disciplina (publicando artigos tanto de jovens pesquisadores quanto de nomes academicamente reconhecidos). No entanto, o universalismo que exprime o conteúdo de Mana contrasta com o fato de ela ser publicada em português - língua não associada às tradições intelectuais dominantes na disciplina e que ocupa lugar periférico no circuito internacional das publicações científicas. Com base nessa experiência, o artigo discute algumas questões relativas às relações entre a formação de espaços acadêmicos nacionais e a circulação internacional de idéias e teorias.

    Abstract in English:

    Mana. Estudos de Antropologia Social was created in 1995 by a group of lecturers and researchers from one of Brazil's oldest and most traditional institutions of teaching and research in anthropology, the Department of Social Anthropology of the Museu Nacional in Rio de Janeiro. It was planned from the start to serve as an outlet for the discussion of original anthropological research, produced by authors neither necessarily connected to Brazilian institutions, nor necessarily focusing on Brazil and Latin America as the location for their empirical research. The journal has proven highly successful in attaining these aims: it has become a showcase for both the anthropology produced in Brazil and the dynamism of the international debates in the discipline (publishing original papers by both young researchers and acedemically renowned authors from various countries). However, the universalism displayed by the journal's content contrasts with the fact that it is published in Portuguese - a language not associated with the discipline's predominant intellectual traditions and occupying a marginal place in international scientific publishing. Based on this experience, the paper focuses on a number of issues concerning the relations between the formation of national academic spaces and the international circulation of ideas and theoretical models.
  • Dialogos Jê: a pesquisa Kraho e o projeto Harvard-Museu nacional Conferência

    Melatti, Julio Cezar
  • Dos Krahó aos Marubo: a aventura etnografica Entrevista

    Melatti, Julio Cezar
  • Cidade de muros: crime, segregação e cidadania em São Paulo Resenhas

    Alves, Andréa Moraes
  • Os povos do Alto Xingu: História e Cultura Resenhas

    Melatti, Julio Cezar
  • Untitled document Resenhas

    Gonçalves, Marco Antonio
  • Eleições e representação no Rio de Janeiro Resenhas

    Balbi, Fernando Alberto
  • Etnografias portuguesas (1870-1970): cultura popular e identidade nacional Resenhas

    Macagno, Lorenzo
  • Untitled document Resenhas

    Bezerra, Marcos Otavio
  • A Lusofonia e os Lusófonos: novos mitos portugueses Resenhas

    Machado, Igor José de Renó
  • Ensaios em antropologia histórica Resenhas

    Monteiro, John M.
  • Povos indígenas no Brasil, 1996-2000 Resenhas

    Noelli, Francisco Silva
Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Quinta da Boa Vista s/n - São Cristóvão, 20940-040 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.: +55 21 2568-9642, Fax: +55 21 2254-6695 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revistamanappgas@gmail.com