MedicalExpress, Volume: 3, Issue: 1, Published: 2016
  • Social networking, a new online addiction: a review of Facebook and other addiction disorders Reviews

    Guedes, Eduardo; Nardi, Antonio Egidio; Guimarães, Flávia Melo Campos Leite; Machado, Sergio; King, Anna Lucia Spear

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: O Facebook é a rede social mais amplamente acessada do mundo, onde milhões de pessoas se comunicam entre si. As alterações comportamentais e psicológicos relacionadas com seu uso abusivo e excessivo estão criando sérios impactos sobre a vida dos usuários. MÉTODO: Uma revisão sistemática foi feita através das bases de dados Medline, Lilacs, SciELO e Cochrane usando os termos: "Facebook Addiction," "Social Network Sites," "Facebook Abuse.". A pesquisa abrangeu os últimos 5 anos até janeiro de 2015. Os artigos que examinam a dependência do Facebook na população em geral foram incluídos; analisamos como esse conceito evoluiu ao longo dos últimos cinco anos, e espera-se contribuir para o melhor entendimento da questão e seus impactos. RESULTADOS: Apesar de controversos, relatórios publicados correlacionam a dependência de Facebook a mecanismos de recompensa e gratificação. Alguns usuários desenvolveram um relacionamento abusivo estimulados pela falsa sensação de satisfação ou como uma maneira de se sentir melhor ou mais auto-confiante (aumento do nível de excitação ou fuga). Estudos de vários países indicam prevalência diferente, provavelmente devido à falta de consenso e ao uso de diferentes denominações, dando origem à adopção de critérios de diagnóstico diferentes. CONCLUSÃO: As redes sociais são ferramentas de comunicação modernas; existem inúmeros benefícios, mas também deve ser monitorado os danos subseqüentes causados por seu uso abusivo. Muitos usuários com o uso abusivo ou dependente declaram perdas significativas em suas vidas pessoais, profissionais, acadêmicos, sociais e familiares. É necessária uma investigação mais profunda para determinar se o uso abusivo do Facebook é uma nova classificação psiquiátrica ou meramente o substrato de outros transtornos.

    Abstract in English:

    INTRODUCTION: Facebook is the world's most widely accessed social network, where millions of people intercommunicate. Behavioral and psychological changes relate to abusive and uncontrolled use creating severe impacts on users' life. METHOD: A critical revision was performed through MedLine, Lilacs, SciELO and Cochrane databases using the terms: "Facebook Addiction," "Social Network Sites," "Facebook Abuse." The search covered the past 5 years up to January 2015. Articles that examine dependence on Facebook in the general population were included; we analyzed how this concept evolved over the last five years, and hope to contribute to the better understanding of the issue and its impacts. RESULTS: Although controversial, published reports correlate Facebook addiction to mechanisms of reward and gratification. Some users developed an abusive relationship stimulated by the false feeling of satisfaction or as a way to feel better or more self-assured (increased level of excitement or escape). Studies from several countries indicate different prevalence, probably due to lack of consensus, and the use of different denominations, giving rise to the adoption of different diagnostic criteria. CONCLUSION: Social Networks are modern communication tools; however, not only benefits, but also subsequent damage caused by its abusive use must be monitored. Many users with abusive usage and dependence recognize significant losses in their personal, professional, academic, social and family lives. Further investigation is needed to determine if abusive Facebook usage is a new psychiatric classification or merely the substrate of other disorders.
  • A meta-analysis of cardiopulmonary exercise testing in pre-pubertal healthy children produces new information Reviews

    Tavares, Aline Cristina; Bocchi, Edimar Alcides; Teixeira Neto, Iram Soares; Guimarães, Guilherme Veiga

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do trabalho foi analisar dados relativos à função cardiopulmonar e capacidade funcional em crianças saudáveis submetidas a ergoespirometria. Uma revisão meta-analítica sistemática de ergoespirometria em crianças foi realizada com base na literatura indexada no PubMed, Bireme, e Embase. Os parâmetros pesquisados foram: idade, sexo, índice de massa corporal, avaliação da maturação, tipo de ergômetro utilizado para ergoespirometria, e os valores cardiopulmonares relacionados (frequência cardíaca máxima e consumo máximo de oxigênio [VO2]). Vinte artigos foram selecionados, que incluíram 3808 crianças, com uma média de 9,1 anos de idade. Esteiras erogmétricas foram utilizadas em 55% dos ensaios, e bicicletas erogmétricas em outros 45% incluídos nesta análise. Os seguintes resultados estatisticamente significantes foram encontradas: em análise de subgrupo, valores de VO2 de pico em meninos, obtidos na esteira foram 20% maiores do que os respectivos valores em meninas na bicicleta ergométrica valores de VO2 pico em meninos na esteira foram 18% maiores do que para meninas no mesmo ergômetro. O Índice de massa corpórea correlacionou-se inversamente com VO2 de pico na análise total e em meninas testadas em ciclo-ergômetro. A frequência cardíaca máxima durante o teste ergo-espirométrico foi 5,6 BPM superior aos 95% da freqüência cardíaca máxima prevista. A maior parte dos parâmetros ergo-espirométricos não havia sido relatada nos estudos originais por nós analisados. A conclusão desta metanálise é que o valor de VO2 de pico para crianças pré-púberes é cerca de 18% maior nos meninos versus meninas e em esteira vs. ciclo-ergômetro.

    Abstract in English:

    The objective of the paper was to analyze cardiopulmonary data and functional capacity in healthy children who have undergone ergospirometry. A systematic meta-analysis review of ergospirometry in children was performed based on reports indexed in PubMed, Bireme, and Embase. End points were age, sex, body mass index, maturation evaluation, the type of ergometer used for ergospirometry, and cardiopulmonary related values (peak heart rate and peak oxygen consumption [VO2]). Twenty articles were selected, which included 3,808 children, averaging 9.1years of age. A treadmill was used in 55% of the trials, and a cycle ergometer in the other 45% studies included in this analysis. The following statistically significant results were found: on subgroup analysis, peak VO2 values in boys on the treadmill was 20% higher than peak VO2 values in girls on the cycle ergometer; peak VO2 values in boys on the treadmill were 18% greater than that for girls on the same ergometer. BMI was inversely correlated with peak VO2 in the total analysis, and in female subjects on cycle ergometers. Peak heart rate during the ergospirometrical test was 5.6 BPM higher than the estimated 95% maximum heart rate. Most of the ergospirometrical parameters had not been reported in the original trials analyzed here. We conclude that peak VO2 value for pre-pubertal children are circa 18% higher in boys vs. girls and overall higher in treadmill vs. cycle ergometers.
  • Depressive, anxious, withdrawal symptoms, and craving as possible predictors of abstinence maintenance in smokers attending a 12-week quitting program Rapid Communication

    Cosci, Fiammetta; Bertoli, Giuly; Pistelli, Francesco; Carrozzi, Laura

    Abstract in Portuguese:

    INFORMAÇÕES: Sintomas de depressão, de abstinência e ânsia podem afetar de forma diferente a probabilidade de manter a abstinência depois de parar de fumar. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar depressão, ansiedade, ânsia e sintomas de abstinência de nicotina numa amostra de fumantes atendidos num programa de cessação do tabagismo durante um período de 12 semanas. MÉTODOS: Um estudo naturalístico foi conduzido, incluindo 78 fumantes recrutados durante um período de 12 semanas. Dados sócio-demográficos e as informações clínicas foram coletadas; escalas de avaliação foram utilizadas para avaliar sintomas ansiosos e depressivos, a dependência da nicotina e os sintomas de abstinência. RESULTADOS: Dentre os 78 fumantes, 17 permaneceram abstinentes e 61 racaíram. A probabilidade de manutenção da abstinência foi aumentada quando sintomas depressivos ou desejo ocorreram de forma pouco intensa durante o programa de cessação. CONCLUSÃO: Os resultados reforçam a importância de avaliar os sintomas depressivos e a ânsia de fumar sobre o acompanhamento de um programa de cessação do tabagismo assistido por médico para detectar fumantes em abstenção que apresentem risco de recaída.

    Abstract in English:

    BACKGROUND INFORMATION: Depressive, anxious, withdrawal symptoms, and craving might affect differently the probability to maintain abstinence after quitting smoking. OBJECTIVE: The objective of this study was to assess depressive, anxious, nicotine withdrawal symptoms, and craving in a sample of smokers attending a smoking cessation program over a period of 12 weeks. METHODS: A naturalistic study was conducted in which 78 smokers were consecutively recruited for a 12 week evaluation program. Socio-demographic data and clinical information were collected, rating scales were used to assess anxious and depressive symptoms, nicotine dependence, withdrawal symptoms, and craving. RESULTS: Of the 78 recruited smokers, 17 remained abstinent and 61 reverted to smoking during the period of 12 weeks. The probability of maintaining abstinence was increased when low depressive symptoms or low craving occurred during the cessation program. CONCLUSION: The present results strengthen the importance of assessing depressive symptoms and craving over the follow-up of a physician-assisted smoking cessation program to detect abstaining smokers at risk to relapse.
  • Effect of an Educational Program on Schoolchildren's Energy Expenditure during Physical Education Classes Original Research

    Cunha, Cristianne Troleis da; Poblacion, Ana Paula; Colugnati, Fernando Antonio Basile; Taddei, José Augusto de Aguiar Carrazedo; Bracco, Mario Maia

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: A prática de atividade física é uma forma de prevenção de doenças não transmissíveis. O nível de atividade física das crianças tem diminuído no Brasil, fato que pode contribuir para o aumento do risco de doenças associadas com o sedentarismo e a obesidade. MÉTODO: Este é um ensaio educacional randomizado controlado que avaliou o impacto de uma intervenção educacional para professores no nível de atividade física e no gasto energético das crianças, e no comportamento do professor durante as aulas de educação física em escolas públicas de São Paulo. A população estudada compreendeu crianças de 1ᵃ e 2ᵃ series de oito escolas (três expostas e cinco não-expostas ao treinamento de professores em nutrição e atividade física). Os resultados foram medidos por observação direta e gravados por uma câmera VHS durante as aulas de educação física. Dados de 78 aulas de educação física foram analisados segundo o System for Observing Fitness Instruction Time - SOFIT. RESULTADOS: Após intervenção, os resultados mostraram aumentos significantes no nível de atividade física das crianças (caminhada, p < 0.001; atividades vigorosas (p < 0.001), e diminuição na categoria na qual a criança permanecia em pé (p < 0.001)). No entanto, os resultados mostraram um aumento não-significante na média do gasto energético pelas crianças (70.6% = 27.6Kcal), porém a interação do grupo e do tempo (intervenção) foi altamente significante (32.4Kcal; 95% CI 24.7; 40.1, p < 0.0001) indicando a efetividade da intervenção em aumentar o gasto energético das crianças durante a aulade educação física. Os resultados mostraram também um aumento na duração da aula de educação física (26.2 para 32.1 minutos (p = 0.01). CONCLUSÃO: Houve diferença no comportamento dos professores com um impacto positivo no nível de atividade física e no gasto energético das crianças após a intervenção educacional.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: Physical activity is a means of prevention of noncommunicable diseases. The level of physical activity of children is decreasing in Brazil, and this can increase the risks of diseases associated with sedentary lifestyles and obesity. METHOD: This is a school-based randomized controlled trial which evaluated the impact of an educational intervention on children's physical activity level, energy expenditure, and teacher's behavior during physical education classes at public schools in São Paulo. The studied population comprised children attending the 1st and the 2nd grades of eight schools (three exposed and five unexposed to teacher training on a course in nutrition and physical activity). Outcomes were measured by direct observation, recorded by a VHS camera during physical education classes; data from 78 physical education classes were analyzed by the System for Observing Fitness Instruction Time - SOFIT. RESULTS: After intervention, results showed highly significant increases in children's physical activity level (walking, p < 0.001; vigorous activities (p < 0.001), and a decrease in the standing category (p < 0.001). It also showed a nonsignificant increase in mean energy expenditure of children (70.6% = 27.6Kcal), but the interaction's effect of group and time (intervention) was highly significant (32.4Kcal; 95%CI 24.7 - 40.1, p < 0.001) indicating the intervention effectiveness in increasing the energy expenditure of children during Physical Education classes. It also showed an increase in length of physical education classes (26.2 to 32.1 minutes (p = 0.01). CONCLUSION: There was a change in teachers' behavior with a positive impact on children's physical activity level and energy expenditure after the educational intervention.
  • Evaluation of the effect of learning on the full extent of inspiratory and expiratory pressure in healthy adults Original Research

    Giuliani, Beatriz Branco; Olavo, Glaucia Cristiane; Machado, Kátia de Souza; Abreu, Luiz Carlos de; Valenti, Vitor Engracia; Raimundo, Rodrigo Daminello

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO: Medidas de pressão inspiratória máxima e pressão expiratória máxima são usados para avaliar a força desenvolvida pelos músculos respiratórios. Tais medidas são também utilizadas como critérios para o desmame da ventilação mecânica, para determinar as consequências funcionais de várias doenças sistêmicas e do desenvolvimento de doenças pulmonares e neuromusculares. OBJETIVO: Verificar a presença do efeito de aprendizado nas mensurações de pressão inspiratória e expiratória máximas. MÉTODO: Foram realizadas 15 medições sequenciais de pressão inspiratória máxima e 15 de pressão expiratória máxima em 71 indivíduos. Os resultados para ambas as séries foram comparados ao longo de cada série RESULTADOS: As comparações entre a primeira e as demais medidas não apresentaram diferenças estatisticamente significativas (p > 0,05). CONCLUSÃO: Não houve efeito aprendizado em 15 medidas repetidas de pressão inspiratória máxima ou pressão expiratória máxima em adultos saudáveis.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Measurements of maximal inspiratory and expiratory pressure are used to assess the pressure developed by the respiratory muscles and the passive elastic recoil of the pulmonary system. Such measurements are also used as criteria for weaning from mechanical ventilation, to determine the functional consequences of several systemic diseases and the development of lung diseases and neuromuscular disorders. The test in na outpatient setting is easy to perform, well tolerated and has predictive value OBJECTIVE: To verify the presence of a learning effect in measurements of maximal inspiratory and expiratory pressures. METHODS: We performed 15 sequential measurements of Maximal Inspiratory Pressure and 15 of Maximal Expiratory Pressure in 71 individuals. Results for both series were compared throughout each series. RESULTS: The comparison between the first and the other measurements showed no statistically significant differences. (p > 0.05). CONCLUSIONS: There was no learning effect with 15 repeated measurements of Maximal Inspiratory or Expiratory Pressure in healthy adults.
  • Microanatomy of the lateral femoral cutaneous nerve in relation to inguinal ligament and its clinical importance Original Research

    Marx, Sadacharan Chakravarthy

    Abstract in Portuguese:

    TEMA: Um melhor conhecimento da composição e propriedades do tecido conjuntivo relacionadas ao Nervo Cutâneo Femoral Lateral (NCFL) e ao Ligamento Inguinal pode ser importante para compreender o diagnóstico e o tratamento aplicável a lesões como a meralgia parestética. OBJETIVO: Determinar as quantidades relativas dos componentes não-fasciculares nas seguintes áreas: (i) proximal ao ligamento inguinal [NCFL-1], (ii) em profundidade ao ligamento inguinal [NCFL-2], ou (iii) distal a NCFL-2 [NCFL-3]. Esses valores foram discriminados como tecido conjuntivo adiposo [FAT] ou não-adiposo [NON_FAT]. MÉTODO: Foram utilizadas amostras de NCFL-1, NCFL-2 e NCFL-3 a partir de 21 amostras de cadáveres humanos. As secções em parafina destas estruturas foram processadas por coloração Masson para tecido conjuntivo. O número de fascículos foi contado em cada uma destas estruturas; áreas de gordura e sem gordura foram determinadas nas áreas não-fasciculares das estruturas. RESULTADOS: Foram contados mais fascículos em NCFL-3 vs. NCFL-1 ou NCFL-2; havia mais NON-FAT vs. FAT em NCFL-2 vs. NCFL-1 e NCFL-3; inversamente, houve mais FAT vs. NON-FAT em NCFL-3 vs. NCFL-1 e NCFL-2. Todas estas comparações foram estatisticamente significativas. CONCLUSÃO: A presença de um maior teor de NONFAT em NCFL-2 e FAT em NCFL-3 pode ajudar a explicar o aparecimento de paresthetica meralgia resultante da compressão ou encarceramento focal do Nervo Cutâneo Femoral Lateral que passa profundamente ao ligamento inguinal.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: A better knowledge of the composition and properties of connective tissue related to the Lateral Femoral Cutaneous Nerve (LFCN) and to the Inguinal Ligament may be important to understand the diagnosis and treatment applicable to injuries such as meralgia paresthetica. OBJECTIVE: To determine the relative amounts of the non-fascicular components in the following areas: (i) proximal to the inguinal ligament [LFCN-1], (ii) deep to the inguinal ligament [LFCN-2], or (iii) distal to LFCN-2 [LFCN-3]. These amounts were discriminated as adipose [FAT] and non-adipose (connective) [NON-FAT] tissues. METHOD: Samples of LFCN-1, LFCN-2 and LFCN-3 from 21 human cadaveric samples were used. Paraffin sections of these structures were processed by Masson's trichrome stain for connective tissue. The number of fascicles was counted in each of these structures; FAT and NON-FAT areas were determined in the non-fascicular areas of the structures. RESULTS: There were more fascicles in LFCN-3 vs. LFCN-1 or LFCN-2; there was more NON-FAT vs. FAT in LFCN-2 vs. LFCN-1 and LFCN-3; inversely, there was more FAT vs. NON-FAT in LFCN-3 vs. LFCN-1 and LFCN-2. All of these comparisons were statistically significant. CONCLUSION: The presence of a higher content of NON-FAT in LFCN-2 and FAT in LFCN-3 may help to explain meralgia paresthetica resulting from compression or focal entrapment of the Lateral Femoral Cutaneous Nerve as it passes deep relative to the inguinal ligament.
  • Aerobic and anaerobic training sessions promote antioxidant changes in young male soccer players Original Research

    Liberali, Rafaela; Wilhelm Filho, Danilo; Petroski, Edio Luis

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Investigar o efeito no estresse oxidativo promovido por sessão de treinamento aeróbico comparativamente à sessão anaeróbica em jogadores de futebol juvenis. MÉTODOS: Amostras de sangue de 18 jogadores de futebol juvenis (idade entre 18-21 anos) foram utilizadas. Estas amostras foram obtidas imediatamente antes e após um conjunto de sessão de treinamentoaeróbico comparativamente ao de sessão anaeróbica e biomarcadores de dano celular como conteúdos de Substâncias Reativas a Ácido Tiobarbitúrico (TBARS) no plasma, os conteúdos de defesas antioxidantes nãoenzimáticas como a Glutationa Reduzida, Glutationa Oxidada, e Glutationa Total, bem como as atividades de enzimas antioxidantes como Superóxido Dismutase, Catalase, Glutationa Redutase, Glutationa Peroxidase e Glutationa S-Transferase foram avaliadas. RESULTADOS: Os conteúdos de TBARS e Glutationa Oxidada não apresentaram diferenças significativas na comparação entre ambas as sessões. Entretanto, após a sessão de treinamento aeróbico, as atividades da Superóxido Dismutase e Glutationa Redutase, bem como os conteúdos de Glutationa Reduzida e Glutationa Total mostraram diminuições significativas, enquanto que as atividades da Glutationa S-Transferase e Glutationa Peroxidase foram aumentadas e as da Catalase não mostraram diferenças. Por outro lado, após a sessão de treinamento anaeróbico, a atividade da Catalase reduziu-se, a da Glutationa Peroxidase foi significativamente aumentada, enquanto que as da Superóxido Dismutase e Glutationa Reductase, assim como os conteúdos de Glutationa Reduzida, Glutationa Oxidada e Glutationa Total não se alteraram significativamente. CONCLUSÃO: Os resultados evidenciam um estresse oxidativo sistêmico mais acentuado após a sessão de treinamento aeróbico comparativamente à sessão anaeróbica em jogadores de futebol juvenis.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The aim of this study was to investigate the effect of aerobic vs. anaerobic intense training sessions on biomarkers of oxidative stress. METHODS: The included sample comprised 18 junior male soccer players (18-21 years) during the intermediate season. Blood samples were obtained before (baseline) and after aerobic or anaerobic training sessions and the following substances were assayed: (i) the biomarkers of cellular damage Thiobarbituric Acid-Reactive Substances and Oxidized Glutathione; (ii) the non-enzymatic antioxidants Reduced Glutathione and Total-Glutathione, (iii) the antioxidant enzymes Superoxide Dismutase, Catalase, Glutathione Reductase, Glutathione Peroxidase and Glutathione S-Transferase. RESULTS: (a) the contents of Thiobarbituric Acid-Reactive Substances and Oxidized Glutathione showed no significant differences before vs. after aerobic or anaerobic training sessions. (b) After aerobic training sessions, the activity of Superoxide Dismutase, Glutathione Reductase, and the contents of Reduced Glutathione and Total Glutathione were decreased; the activity of Glutathione S-transferase and Glutathione Peroxidase were increased while Catalase activity remained unaltered. (c) After anaerobic training sessions, Catalase activity decreased; Glutathione-Peroxidase increased; Superoxide Dismutase, Glutathione Reductase, and Reduced, Oxidized and Total Glutathione showed no significant differences. CONCLUSION: These results provide evidence of a more pronounced systemic oxidative stress after the aerobic as compared to the anaerobic training session in young soccer players.
  • MedicalExpress Year Three: SciELO and Sports Medicine Highlights Editorial

    Rocha-e-Silva, Mauricio
Mavera Edições Técnicas e Científicas Ltda Rua Professor Filadelfo Azevedo, 220, Cep: 04508-010, tel: (11) 3051 3043 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: medicalexpress@me.net.br