Morbidade da doença de Chagas. II. Estudos seccionais em quatro áreas de campo no Brasil

Morbidity of Chagas' disease. II - Sectional studies in 4 field areas in Brazil

J. Rodrigues Coura Laércio Luiz de Abreu Luc E. G. Dubois Fernando Correia Lima Evanízio de Arruda Júnior Henry P. F. Willcox Ney Anunziato Walter Petana

Resumos

Foi realizado um estudo seccional de campo do tipo "caso controle" sobre a morbilidade da doença de Chagas em quatro áreas endêmicas no Brasil, duas no Estado de Minas Gerais, uma no Estado do Piauí e outra no Estado da Paraíba, incluindo 716 pares de indivíduos da mesma idade e sexo, cada par constando de um indivíduo com sorologia positiva e outro com sorologia negativa para a infecção chagásica. Com esse tipo de estudo procurou-se determinar o componente exclusivamente chagásico na morbidade da doença em diferentes áreas do país. O gradiente de manifestações clínicas e alterações eletrocardiográficas entre o grupo com sorologia positiva e outro com sorologia negativa, estudado em 264 pares na área de Iguatama-Paris e 274 em Virgem da Lapa, ambas em Minas Gerais, e em 109 pares estudados nas localidades de Colônia e Oitis, em Oeiras, Piauí e em 69 nos municípios de Aguiar e Boqueirão dos Cochos na Paraíba, mostra nitidas diferenças regionais na morbilidade da doença. Nas áreas de Minas Gerais, embora a transmissão natural da infecção estivesse interrompida há 15 e 5 anos, respectivamente, o grau de morbilidade cardiológica pelo componente chagásico, considerando apenas as alterações eletrocardiográficas mais expressivas e específicas, no momento do estudo, foi de aproximadamente 30%, enquanto em Oeiras, no Piauí e em Aguiar e Boqueirão dos Cochos, na Paraíba, mesmo com transmissão ativa da infecção, a morbidade cardiológica pelo componente chagásico foi inferior a 15 e 10%, respectivamente


A cross-section study, type "case-control" was performed in four endemic areas for Chagas' disease in Brazil, two of them in Minas Gerais State, one in the State of Piauíand the other in the State of Paraíba. A total of 716 pairs of persons with same age and sex, one with a positive serology and the other with a negative serology for Chagas' disease were included in the study. This kind of study was performed to determine the chagasic component responsible for the morbidity of the disease in different areas of the country. The clinical symptoms and signs and the eletrocardiographic changes between the serologic positive and serologic negative groups studied in 264 pairs of persons in the district of Iguatama-Pains and 274 in Virgem da Lapa, both in Minas Gerais State, when compared with the same parametres applied in 109 pairs studied in the localities of Colônia and Oitis in the district of Oeiras, State of Piauí and 69 in the districts of Aguiar and Boqueirão dos Cochos in the State of Paraíba, both in northeast of Brazil, showed a marked difference in the morbidity of the disease in different areas. In the areas of Minas Gerais State, although the natural transmission of Chagas' disease had been interrupted since 15 years ago in Iguatama-Pains and 5 years ago in Virgem da Lapa, the cardiac morbidity by the chagasic component was approximately of 30% at he moment of the study. In the areas of Piauí and Paraíba States, although the natural transmission of Chagas' disease is still active, the cardiac morbidity by the chagasic component was lower than 15 and 10%, respectively.


RESUMOABSTRACT

Morbidade da doença de Chagas. II. Estudos seccionais em quatro áreas de campo no Brasil

J. Rodrigues Coura

Laércio Luiz de Abreu

Luc E. G. Dubois

Fernando Correia Lima

Evanízio de Arruda Júnior

Henry P. F. Willcox

Ney Anunziato

Walter Petana

Foi realizado um estudo seccional de campo do tipo "caso controle" sobre a morbilidade da doença de Chagas em quatro áreas endêmicas no Brasil, duas no Estado de Minas Gerais, uma no Estado do Piauí e outra no Estado da Paraíba, incluindo 716 pares de indivíduos da mesma idade e sexo, cada par constando de um indivíduo com sorologia positiva e outro com sorologia negativa para a infecção chagásica. Com esse tipo de estudo procurou-se determinar o componente exclusivamente chagásico na morbidade da doença em diferentes áreas do país. O gradiente de manifestações clínicas e alterações eletrocardiográficas entre o grupo com sorologia positiva e outro com sorologia negativa, estudado em 264 pares na área de Iguatama-Paris e 274 em Virgem da Lapa, ambas em Minas Gerais, e em 109 pares estudados nas localidades de Colônia e Oitis, em Oeiras, Piauí e em 69 nos municípios de Aguiar e Boqueirão dos Cochos na Paraíba, mostra nitidas diferenças regionais na morbilidade da doença. Nas áreas de Minas Gerais, embora a transmissão natural da infecção estivesse interrompida há 15 e 5 anos, respectivamente, o grau de morbilidade cardiológica pelo componente chagásico, considerando apenas as alterações eletrocardiográficas mais expressivas e específicas, no momento do estudo, foi de aproximadamente 30%, enquanto em Oeiras, no Piauí e em Aguiar e Boqueirão dos Cochos, na Paraíba, mesmo com transmissão ativa da infecção, a morbidade cardiológica pelo componente chagásico foi inferior a 15 e 10%, respectivamente

A cross-section study, type "case-control" was performed in four endemic areas for Chagas' disease in Brazil, two of them in Minas Gerais State, one in the State of Piauíand the other in the State of Paraíba. A total of 716 pairs of persons with same age and sex, one with a positive serology and the other with a negative serology for Chagas' disease were included in the study. This kind of study was performed to determine the chagasic component responsible for the morbidity of the disease in different areas of the country. The clinical symptoms and signs and the eletrocardiographic changes between the serologic positive and serologic negative groups studied in 264 pairs of persons in the district of Iguatama-Pains and 274 in Virgem da Lapa, both in Minas Gerais State, when compared with the same parametres applied in 109 pairs studied in the localities of Colônia and Oitis in the district of Oeiras, State of Piauí and 69 in the districts of Aguiar and Boqueirão dos Cochos in the State of Paraíba, both in northeast of Brazil, showed a marked difference in the morbidity of the disease in different areas. In the areas of Minas Gerais State, although the natural transmission of Chagas' disease had been interrupted since 15 years ago in Iguatama-Pains and 5 years ago in Virgem da Lapa, the cardiac morbidity by the chagasic component was approximately of 30% at he moment of the study. In the areas of Piauí and Paraíba States, although the natural transmission of Chagas' disease is still active, the cardiac morbidity by the chagasic component was lower than 15 and 10%, respectively.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    02 Jul 2009
  • Data do Fascículo
    Mar 1984
Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde Av. Brasil, 4365 - Pavilhão Mourisco, Manguinhos, 21040-900 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.: (55 21) 2562-1222, Fax: (55 21) 2562 1220 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: memorias@fiocruz.br