Influência de diversos extratos vegetais sobre o comportamento de oviposição de Aedes fluviatilis (Lutz) (Diptera: Culicidae) em laboratório

Rotraut A. G. B. Consoli Nelymar M. Mendes J. P. Pereira Bernadete S. Santos Marlúcia A. Lamounier Sobre os autores

Extratos brutos, etanólicos, hexânicos, liofilizados de diversos vegetais e ácido anacárdico foram testados quanto a sua influência sobre o comportamento de oviposição das fêmeas de Aedes fluviatilis (Lutz), nas concentrações de 100, 10 e 1 ppm. Os estratos de Allium sativum, jatropha curcas. MiKania schenkii, Poinciana regia s Spatodea campanulata mostraram-se repelentes (α = 0,05) para as fêmeas na concentração de 100 ppm e os de Anacardium occidentale, Bidens segetum e Caesalpinia peltophoroides também na de 10 ppm. Os extratos Coriandrum stivum (100, 10 e 1 ppm), chara zeylanica (10 ppm), Cupressus sempervirens (10 ppm), Foeniculum vulgare (10 ppm) e Spatodea campanulata (1 ppm) atrairam a oviposição das fêmeas; 13 (52,0%) dos extratos testados foram indiferentes as fêmeas nas concentrações utilizadas.

Aedes fluviatilis; comportamento de oviposição; extratos vegetais


Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde Av. Brasil, 4365 - Pavilhão Mourisco, Manguinhos, 21040-900 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.: (55 21) 2562-1222, Fax: (55 21) 2562 1220 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: memorias@fiocruz.br