Accessibility / Report Error

Efeito de diferentes programas de exercício sobre as funções psicológicas e cognitivas das pessoas com doença de Parkinson

O objetivo deste estudo foi analisar o efeito de diferentes programas de exercício físico nas funções psicológicas e cognitivas em pacientes com doença de Parkinson (DP). Participaram do estudo 45 pacientes com DP, distribuídos aleatoriamente em três programas de intervenção: Grupo-1 (n=15, atividades cognitivas), Grupo-2 (n=15 exercício multimodal) e Grupo-3 (n=15, exercícios para a postura e a marcha). As funções clínicas, psicológicas e cognitivas foram avaliadas antes e após 4 meses de intervenção. A análise univariada não revelou interação significativa entre grupo e momento (p>0,05). No entanto, a análise univariada para momento revelou diferenças no nível de estresse e memória. Os participantes mostraram redução do estresse físico (p<0,01) e estresse global (p<0,04) e melhora na memória declarativa episódica (p<0,001) após a intervenção. Estes achados sugerem que o trabalho em grupo, com atividades motoras ou não motoras, pode melhorar as funções cognitivas e as condições psicológicas de pacientes com DP.

exercício; funções psicológicas; funções cognitivas; doença de Parkinson


Universidade Estadual Paulista Universidade Estadual Paulista, Av. 24-A, 1515, 13506-900 Rio Claro, SP/Brasil, Tel.: (55 19) 3526-4330 - Rio Claro - SP - Brazil
E-mail: motriz.rc@unesp.br