Influência dos tricomas na preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) em genótipos de feijoeiro

Influence of trichomes on ovipositional preference of Bemisia tabaci (Genn.) biotype B (Hemiptera: Aleyrodidae) for bean genotypes

Foi testada a preferência para oviposição (com chance de escolha) de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B em 20 genótipos de feijoeiro. Os materiais foram divididos em dois lotes, utilizando-se em cada um deles delineamento em blocos ao acaso, com 20 repetições. Folhas recém-expandidas de cada genótipo foram mantidas em tubos de vidro contendo água destilada, colocadas em uma gaiola acrílica, onde foram liberados cerca de 500 insetos. Após 24h, contou-se o número total de ovos na superfície abaxial e o número de tricomas aciculares e unciformes em duas áreas de 4,9 mm² da superfície abaxial. Mediu-se também a área foliar dos feijoeiros e o comprimento máximo e mínimo dos tricomas, que foram classificados em curto, médio ou longo. Não foram constatadas correlações significativas entre o número de ovos e a densidade de tricomas total e de tricomas aciculares e unciformes. Foram observadas correlações significativas entre o número de ovos e a densidade de tricomas aciculares longos tipo A1 (r = 2,85) e a densidade de tricomas unciformes curtos tipo B3 (r = -2,44). Assim, pode-se inferir que a preferência para oviposição da mosca-branca pela cultivar Bolinha (4,8 ovos/cm²) pode estar relacionada ao grande número de tricomas aciculares longos neste material tipo A1 (31,7 tricomas/4,9 mm²). O contrário pode ser considerado quanto ao genótipo menos preferido, G13028 (1,1 ovos/cm²), que possui principalmente tricomas unciformes curtos tipo B3 (64,1 tricomas/4,9 mm²) em suas folhas.

Insecta; Phaseolus vulgaris; mosca-branca; antixenose


Sociedade Entomológica do Brasil Sociedade Entomológica do Brasil, R. Harry Prochet, 55, 86047-040 Londrina PR Brasil, Tel.: (55 43) 3342 3987 - Londrina - PR - Brazil
E-mail: editor@seb.org.br