Interação herbívoro-tricoma: o caso de Heliconius charithonia (L.) (Lepidoptera: Nymphalidae) e Passiflora lobata (Killip) Hutch. (Passifloraceae)

Márcio Z. Cardoso Sobre o autor

Apesar de as evidências mostrarem que herbívoros são negativamente afetados pelos tricomas, há também relatos de contra-adaptações que sobrepujam as defesas das plantas. Este estudo busca os prováveis mecanismos usados pelas larvas da borboleta ninfalídea Heliconius charithonia (L.) que permitem que elas se alimentem de uma planta hospedeira que é, presumivelmente, protegida por tricomas uncinados (curvados) (Passiflora lobata (Killip) Hutch.). Para isso realizou-se observação direta de movimento e comportamento da larva, análise de fezes, microscopia eletrônica de varredura da superfície foliar e análise experimental do movimento de larvas em plantas com e sem tricomas (removidos manualmente). O experimento foi feito comparando o comportamento dessas larvas com o de larvas de um não-especialista, Heliconius pachinus Salvin. As larvas de H. charithonia são capazes de se desvencilhar do aprisionamento pelos tricomas usando força física. Além disso, ao movimentar-se, a larva espalha fios de seda sobre os tricomas e retira suas pontas com as mandíbulas. De fato, pontas de tricoma foram encontradas nas fezes das larvas. A remoção experimental dos tricomas auxiliou o movimento da larva não-especialista, mas não teve efeitos notáveis sobre a larva especialista. Os resultados confirmam que os tricomas são capazes de deter um herbívoro não especializado (H. pachinus). Os exatos mecanismos responsáveis pelo sucesso de H. charithonia ainda são desconhecidos, mas sugere-se que a combinação de mecanismos comportamentais e de resistência física estejam envolvidos e estudos futuros necessitam verificar a possibilidade de resistência física no tegumento das larvas.

Herbivoria; defesa mecânica; interação inseto-planta


Sociedade Entomológica do Brasil Sociedade Entomológica do Brasil, R. Harry Prochet, 55, 86047-040 Londrina PR Brasil, Tel.: (55 43) 3342 3987 - Londrina - PR - Brazil
E-mail: editor@seb.org.br