Primeiro registro de simuliidae (Diptera) com polinários de asclepiadoideae (Apocynaceae)

First record of simuliidae (Diptera) with pollinaria of asclepiadoideae (Apocynaceae) attached

Polinários de duas espécies de Asclepiadoideae (Apocynaceae), possivelmente de Tassadia cf. martiana Decne. e T. cf. obovata Decne., foram observados pela primeira vez presos ao aparelho bucal de simulídeos [Cerqueirellum amazonicum (Goeldi), C. argentiscutum (Shelley & Luna Dias), C. oyapockense (Floch & Abonnenc) e Cerqueirellum sp.]. A frequência e distribuição dos insetos observados com polinários sugerem que esse tipo de evento não é casual. Os simulídeos devem buscar néctar nas flores de Asclepiadoideae, sendo capazes de remover seus polinários. Essa descoberta demonstra que os simulídeos não carregam apenas parasitas patogênicos, mas também polinários, e assim podem representar um grupo de polinizadores de espécies de Asclepiadoideae com flores pequenas.

Polinização; simulídeo; Tassadia; Amazônia


Sociedade Entomológica do Brasil Sociedade Entomológica do Brasil, R. Harry Prochet, 55, 86047-040 Londrina PR Brasil, Tel.: (55 43) 3342 3987 - Londrina - PR - Brazil
E-mail: editor@seb.org.br