Toxicidade de formulações de nim (Azadirachta indica A. Juss.) ao ácaro-rajado e a Euseius alatus De Leon e Phytoseiulus macropilis (Banks) (Acari: Phytoseiidae)

Toxicity of neem (Azadirachta indica A. Juss) formulations for twospotted spider mite and Euseius alatus De Leon and Phytoseiulus macropilis (Banks) (Acari: Phytoseiidae)

Hilda M. Brito Manoel G.C. Gondim Jr. José V. de Oliveira Cláudio A.G. da Câmara Sobre os autores

A toxicidade de formulações comerciais de nim a Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae) e a dois ácaros predadores, Euseius alatus De Leon e Phytoseiulus macropilis (Banks) foi estudada. A toxicidade tópica foi avaliada com três formulações comerciais (Natuneem, Neemseto e Callneem) e com o extrato de sementes de nim, todos na concentração de 1%, em comparação ao acaricida padrão, abamectina na concentração de 0,3ml/L e ao tratamento controle com água destilada. Com base no melhor efeito tópico sobre T. urticae, a formulação Neemseto foi selecionada para avaliar diferentes concentrações sobre ovos, e o efeito residual e repelente sobre adultos desses ácaros. O tratamento dos ovos consistiu na imersão em diluições de Neemseto por cinco segundos; e o efeito residual e repelente sobre adultos foi avaliado pela imersão de discos de folha nas diluições também por cinco segundos. A toxicidade de Neemseto a ovos e adultos foi maior para T. urticae comparada à toxicidade observada para os ácaros predadores. Neemseto foi repelente para T. urticae e E. alatus, quando testados nas concentrações 0,25; 0,50 e 1,00%, mas não afetou P. macropilis. A fecundidade de T. urticae foi reduzida significativamente por Neemseto em todas as concentrações, enquanto para os ácaros predadores, redução significante na fecundidade foi observada apenas nas maiores concentrações. Assim, nas formulações testadas, Neemseto foi o mais eficiente para o ácaro-rajado e provocou, relativamente, menor impacto aos ácaros predadores estudados.

Insecta; Tetranychus urticae; azadiractina; controle alternativo


Sociedade Entomológica do Brasil Sociedade Entomológica do Brasil, R. Harry Prochet, 55, 86047-040 Londrina PR Brasil, Tel.: (55 43) 3342 3987 - Londrina - PR - Brazil
E-mail: editor@seb.org.br