Levantamento da termitofauna (Isoptera) de uma plantação de eucalipto no Brasil central

Rafael A. Calderon Reginaldo Constantino Sobre os autores

Os cupins de uma plantação de Eucaliptus urophylla S.T. Blake (Myrtales: Mytaceae) em Buritis, MG, foram amostrados manualmente em 12 transectos. A taxocenose encontrada continha 28 especies pertencentes a Termitidae e Rhinotermitidae. Essa taxocenoce corresponde a um subconjunto da fauna nativa do cerrado anteriormente presente na mesma área. Comparada com a fauna original, ela tem riqueza menor, uma proporção muito menor de humívoros e maior de ceifadores. O exame de 1600 árvores recém-cortadas revelou que apenas três delas (0.2%) apresentavam dano ao cerne causado por Coptotermes sp. Apesar da presença de uma fauna diversa incluindo várias espécies consideradas pragas, os cupins não são considerados um problema significativo nessa região.

Coptotermes; cupim-do-cerne; cerrado; Minas Gerais; Eucalyptus


Sociedade Entomológica do Brasil Sociedade Entomológica do Brasil, R. Harry Prochet, 55, 86047-040 Londrina PR Brasil, Tel.: (55 43) 3342 3987 - Londrina - PR - Brazil
E-mail: editor@seb.org.br