Influência da proteína no comportamento de alimentação de Ceratitis capitata Wiedemann (Diptera: Tephritidae): comparação entre fêmeas e machos imaturos

Maria do C. Plácido-Silva Fernando S. Zucoloto Iara S. Joachim-Bravo Sobre os autores

O objetivo deste trabalho foi comparar a influência da proteína na performance e no comportamento alimentar de fêmeas e machos imaturos de Ceratitis capitata (Wiedemann). A fonte de proteína utilizada foi a levedura de cerveja nas concentrações de 6,5 g e 1,5 g por 100ml de água. Foi avaliada a influência da proteína nos seguintes parâmetros: porcentagem de emergência, duração do ciclo de vida, tamanho do adulto, consumo de dietas, seleção de dietas e limiar de discriminação para a levedura. Os resultados indicaram que na fase imatura machos e fêmeas apresentam exigência protéica similar para performance adequada. Ambos sexos apresentaram comportamento alimentar semelhante, escolhendo sempre dietas contendo maior quantidade de proteína. O limiar de discriminação para a levedura nos imaturos de ambos os sexos foi 0,4 g/100 ml de água. Com base nos resultados aqui apresentados, é possível inferir que os machos de C. capitata apresentam exigência protéica similar à das fêmeas em sua fase imatura.

Dimorfismo sexual de tamanho; mosca-das-frutas; comportamento alimentar


Sociedade Entomológica do Brasil Sociedade Entomológica do Brasil, R. Harry Prochet, 55, 86047-040 Londrina PR Brasil, Tel.: (55 43) 3342 3987 - Londrina - PR - Brazil
E-mail: editor@seb.org.br