Uma nova espécie de coccídeo do gênero Cryptostigma Ferris (Hemiptera: Coccidae) associada a formigas de bambu no Peru

Takumasa Kondo Penny J. Gullan Sobre os autores

Os coccídeos do gênero Cryptostigma Ferris (Coccidae: Myzolecaniinae) ocorrem somente na região Neotropical e normalmente vivem em ninhos de formigas, ou raramente de abelhas, dentro de troncos, ou raízes de plantas. Neste trabalho, descreve-se pela primeira vez uma espécie de Cryptostigma coletada no Peru. A descrição de Cryptostigma guadua sp.n. é baseada na fêmea adulta e em ninfas do primeiro ínstar. Foram coletados em ninhos de Camponotus (Myrmostenus) longipilis Emery, C. (Myrmostenus) mirabilis Emery e Camponotus (Pseudocolobopsis) sp. (Formicidae: Formicinae), encontrados dentro de bambus vivos do gênero Guadua (Poaceae) planície de mata tropical do Parque Nacional del Manu, no sudeste do Peru. A fêmea adulta e a ninfa do primeiro ínstar de C. guadua sp.n. são comparadas com outras espécies próximas na taxonomia do grupo.

Camponotus (Myrmostenus); Camponotus (Pseudocolobopsis); Guadua; Myzolecaniinae


Sociedade Entomológica do Brasil Sociedade Entomológica do Brasil, R. Harry Prochet, 55, 86047-040 Londrina PR Brasil, Tel.: (55 43) 3342 3987 - Londrina - PR - Brazil
E-mail: editor@seb.org.br