O catolicismo como ideal: produção literária antijudaica no mundo português da Idade Moderna

Bruno Feitler Sobre o autor

Nos séculos XVII e XVIII difundiu-se em Portugal uma grande quantidade de obras de polêmica antijudaica quando oficialmente já não existiam judeus no país. Essas obras (tratados, diálogos, sermões, panfletos) por vezes tinham o objetivo aparente de converter sinceramente os cristãos-novos, que continuavam a ser identificados aos judeus. De modo mais freqüente, visavam rebaixar os cristãos-novos e alertar a população cristã-velha sobre o perigo que eles representariam para a sociedade, sendo aqueles postos no tradicional papel de bodes expiatórios, desta vez do declínio do poderio português.

literatura de polêmica; cristãos-novos; judaísmo; mundo português


Centro Brasileiro de Análise e Planejamento Rua Morgado de Mateus, 615, CEP: 04015-902 São Paulo/SP, Brasil, Tel: (11) 5574-0399, Fax: (11) 5574-5928 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: novosestudos@cebrap.org.br