O espetáculo da modernidade: a crítica da cultura de Walter Benjamin

Este ensaio se ocupa principalmente do exame dos aspectos metodológicos da concepção de historiografia materialista de Benjamin, a que eu chamo de crítica da cultura (Kulturkritik). Com a noção de Kulturkritik, quero distinguir a análise de Benjamin de "teorias" da cultura e ressaltar sua preocupação crítica com o conceito de "cultura". Ao fazê-lo, quero explicitar os imperativos metodológicos do exame da modernidade como espetáculo. Ainda, também procuro mostrar que a crítica da cultura de Benjamin é significativamente diferente da Ideologiekritik desenvolvida pelos integrantes originais do Institut fur Sozialforschung [Instituto de Pesquisa Social].

Walter Benjamin; crítica cultural; fantasmagoria; fetichismo


Centro Brasileiro de Análise e Planejamento Rua Morgado de Mateus, 615, CEP: 04015-902 São Paulo/SP, Brasil, Tel: (11) 5574-0399, Fax: (11) 5574-5928 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: novosestudos@cebrap.org.br