Convivialidade nas sociedades (pós)coloniais: literatura caribenha no século XIX

GESINE MÜLLER Sobre o autor

RESUMO

O presente artigo questiona as normas e as formas de conhecimento sobre convivialidade nas literaturas caribenhas do século XIX, com o estabelecimento dos discursos de racismo e com a intensa negociação em torno da questão da convivialidade. Até que ponto é possível desafiar criticamente as construções essencialistas em uma época que ficou marcada na história como o auge do racismo? Pode uma observação mais apurada das representações de convivialidade nos levar a relativizar as referências canonizadas do século XIX, como raça e nação?

PALAVRAS-CHAVE:
convivialidade; literatura caribenha; literatura do século XIX

Centro Brasileiro de Análise e Planejamento Rua Morgado de Mateus, 615, CEP: 04015-902 São Paulo/SP, Brasil, Tel: (11) 5574-0399, Fax: (11) 5574-5928 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: novosestudos@cebrap.org.br