A new stem fossil characid (Teleostei: Ostariophysi) from the Eocene-Oligocene of southeastern Brazil

Fernanda E. Weiss Maria Claudia Malabarba Luiz R. Malabarba Sobre os autores

Um novo caraciforme é descrito a partir de sedimentos do Eoceno - Oligoceno expostos na bacia de Aiuruoca , no sul de Minas Gerais, Brasil. Recentemente, outras duas espécies de Characidae foram descritas para este mesmo nível fossilífero: †Paleotetra aiuruoca e †Paleotetra entrecorregos. O holótipo do novo caraciforme é representado por um espécime articulado preservado como parte e contraparte, do qual falta a parte mais anterior da cabeça, incluindo mandíbula e maxila. Apesar da falta dos caracteres diagnósticos do focinho, uma combinação única de caracteres permite diferenciá-lo dos outros Characiformes neotropicais, levando a descrição de um gênero e espécie novos: †Bryconetes enigmaticus. Entre esses caracteres estão a presença de um supra-orbital, dentário com dentes pentacuspidados dispostos em uma única fileira, infraorbital 3 expandido e ornamentado com pontuações e sulcos, nadadeira anal com iii,22-23 raios e nadadeira caudal com 11 raios procurrentes ventrais sendo os mais anteriores fundidos em ossos laminares. A análise filogenética recuperou †Bryconetes enigmaticus como um "stem-grupo" de Characiformes sem supraorbital. Com base nestes resultados discutem-se as possíveis relações da nova espécie com outros Characiformes.


Sociedade Brasileira de Ictiologia Universidade Estadual de Maringá, Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura/Coleção Ictiologia, Av. Colombo, 5790, 87020-900 Maringá, PR, Brasil, Tel.: (55 44)3011 4632 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: neoichth@nupelia.uem.br