Acute toxicity of the water-soluble fraction of diesel in Prochilodus vimboides Kner (Characiformes: Prochilodontidae)

Celina Alcoforado Santos Dominik Lenz Geisamanda Pedrini Brandão Adriana Regina Chippari-Gomes Levy Carvalho Gomes Sobre os autores

O óleo diesel pode ser uma fonte de contaminação em ambientes aquáticos, principalmente como resultado de derrames acidentais. Foram avaliados os efeitos da fração solúvel do óleo diesel (FSO) em Prochilodus vimboides. Os peixes foram expostos a três diferentes diluições da FSO por até 96 horas e comparados com um grupo controle. Os danos nos fragmentos de DNA foram analisados utilizando o ensaio Cometa. A presença de anormalidades nos eritrócitos foi avaliada pelo teste do micronúcleo. A atividade da Aspartato aminotransferase (AST) e alanina aminotransferase (ALT) e da acumulação de cobre nas brânquias também foram analisados. Os peixes expostos por 96 h tiveram maiores taxas de danos do que aqueles expostos por 24 h. Não houve diferença significativa quanto à presença de micronúcleos entre os peixes expostos e controle e entre 24 e 96 h exposições. Para AST, não foi observada diferença significativa entre as amostras coletadas em dois tempos de exposição. Os peixes expostos a uma diluição de 1:100 do FSO apresentaram maior atividade da enzima ALT do que os peixes do controle após um período de exposição de 24 horas. Não houve bioacumulação de cobre nas brânquias. Os efeitos genotóxicos nas células foram os mais evidentes em P. vimboides durante a exposição aguda a FSO.


Sociedade Brasileira de Ictiologia Universidade Estadual de Maringá, Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura/Coleção Ictiologia, Av. Colombo, 5790, 87020-900 Maringá, PR, Brasil, Tel.: (55 44)3011 4632 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: neoichth@nupelia.uem.br