Two new cis-Andean species of the South American catfish genus Megalonema allied to trans-Andean Megalonema xanthum, with description of a new subgenus (Siluriformes: Pimelodidae)

Uma diagnose do gênero Megalonema é fornecida baseada em caracteres sinapomórficos do aparelho de Weber e da bexiga natatória. Megalonema xanthum do rio Magdalena, é redescrita. Duas novas espécies cis-Andinas de Megalonema são descritas: M. amaxanthum sp. n. da bacia Amazônica, e M. orixanthum da bacia do rio Orinoco. Estas três espécies são diagnosticadas pela forma e tamanho do processo supraoccipital posterior, forma da nadadeira adiposa, contagem do número de vértebras, tamanho do olho, forma do premaxilar e dentição, comprimento da base da nadadeira anal, distância entre as narinas posteriores, e presença/ausência de dentições no espinho da nadadeira peitoral. Eretmomegalonema, novo subgênero, é estabelecido para M. xanthum, M. amaxanthum e M. orixanthum e suportado pelas únicas estruturas sinapomórficas da nadadeira pélvica em forma de remo, e do basipterígio hipertrofiado. Claras sinapomorfias indicam uma relação de grupo irmão entre M. amaxanthum e M. orixanthum, com M. xanthum basal a esse grupo. Esta topologia é congruente com a origem Neogênica das distintas bacias do Magdalena, Amazonas e Orinoco, sugerindo um evento vicariante de diversificação de Eretmomegalonema.


Sociedade Brasileira de Ictiologia Universidade Estadual de Maringá, Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura/Coleção Ictiologia, Av. Colombo, 5790, 87020-900 Maringá, PR, Brasil, Tel.: (55 44)3011 4632 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: neoichth@nupelia.uem.br