Temporal distribution of ichthyoplankton in the Ivinhema River (Mato Grosso do Sul State/ Brazil): influence of environmental variables

David Augusto Reynalte-Tataje Keshiyu Nakatani Rodrigo Fernandes Angelo Antônio Agostinho Andréa Bialetzki Sobre os autores

As informações sobre o ictioplâncton são ferramentas importantes para a determinação do período de reprodução que, se associado às variáveis ambientais, permitem inferências sobre os fatores que regulam sua intensidade, início e término. Nesse contexto, o presente estudo visa determinar: (i) a composição do ictioplâncton; (ii) as variações temporais na densidade de ovos, larvas e dos táxons mais importantes; e (iii) a influência de algumas variáveis abióticas e bióticas sobre a abundância destes organismos. As coletas de ictioplâncton foram realizadas no período de abril de 2005 a março de 2006, no rio Ivinhema, bacia do alto rio Paraná (MS/Brasil). Diferenças nas variações temporais do ictioplâncton foram avaliadas por ANOVAs unifatoriais. Análises de Componentes Principais e correlação de Pearson foram utilizadas para avaliar as relações entre densidade de ovos e larvas e as variáveis ambientais. Durante o período estudado, foram capturados 3.341 ovos e 2.896 larvas, sendo que a maior parte foi de espécies de médio e grande porte e que realizam algum tipo de migração reprodutiva. Ovos e larvas apresentaram suas maiores densidades nos meses de primavera e verão, exceto Bryconamericus stramineus que foi mais abundante no inverno. A densidade de ictioplâncton esteve mais correlacionada positivamente com a vazão e a temperatura da água. Contudo, Plagioscion squamosissimus apresentou relação positiva com o aumento do pH e dos organismos zooplanctônicos, enquanto B. stramineus apresentou correlação inversa com a vazão e temperatura da água. Conclui-se que as desovas são mais intensas na primavera-verão, principalmente entre novembro e janeiro, e estão relacionadas aos maiores valores de temperatura e vazão da água. Entretanto, a resposta e a intensidade reprodutiva às variáveis ambientais variam de acordo a espécie.

Bryconamericus stramineus; Fish; Floodplain; Larvae; Plagioscion squamosissimus


Sociedade Brasileira de Ictiologia Universidade Estadual de Maringá, Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura/Coleção Ictiologia, Av. Colombo, 5790, 87020-900 Maringá, PR, Brasil, Tel.: (55 44)3011 4632 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: neoichth@nupelia.uem.br