Individual, spatial and inter-sex variation in somatic growth: a study of Piaractus mesopotamicus (Characiformes: Serrasalmidae), a long-distance freshwater Neotropical migratory fish

Luzia da S. Lourenço Rosa Maria R. da Costa Patrícia L. Rondon Lúcia A. F. Mateus Sobre os autores

RESUMO

O crescimento é um processo biológico fundamental, impulsionado por múltiplos fatores endógenos (intra-individual) e exógenos (ambientais) que mantém o fitness individual e a estabilidade populacional. Este trabalho tem como objetivo avaliar se ocorre variação individual, espacial (região de cabeceira e planície de inundação) e entre sexo no crescimento de Piaractus mesopotamicus na bacia do rio Cuiabá. Amostragens foram realizadas mensalmente entre julho de 2006 a julho de 2007, em duas áreas da bacia do rio Cuiabá (região de cabeceira e planície de inundação). Três modelos de crescimento (indivíduos, indivíduos e sexo como fator, indivíduos e área como fator) foram elaborados e comparados os parâmetros de crescimentos dos peixes com base no critério de Informação de Akaike (AIC). O melhor ajuste aos dados de comprimento na idade data foi obtido pelo modelo que considerou a variação individual e o sexo. O comprimento médio máximo teórico (L∞ ) das fêmeas foi 64,99 cm e para os machos 63,23 cm. O coeficiente de crescimento (k) médio foi de 0,230 yr-1 e 0,196 yr-1, respectivamente para fêmeas e machos. Portanto, pode-se concluir que variabilidade individual e sexo foram as principais origem de variação dos parâmetros de crescimento somático de P. mesopotamicus.

Palavras-chave:
Dimorfismo sexual; Idade; Modelos de crescimento; Otólitos; Von Bertalanffy

Sociedade Brasileira de Ictiologia Universidade Estadual de Maringá, Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura/Coleção Ictiologia, Av. Colombo, 5790, 87020-900 Maringá, PR, Brasil, Tel.: (55 44)3011 4632 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: neoichth@nupelia.uem.br