Quality of pejerrey (Odontesthes bonariensis) eggs and larvae in captivity throughout spawning season

Tomás Chalde Mariano Elisio Leandro A. Miranda

O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de ovos de peixe-rei ao longo do período reprodutivo. Ovos fertilizados foram amostrados em setembro, outubro, novembro e dezembro de reprodutores em cativeiro. O diâmetro do ovo e do vitelo, como também o tamanho das gotículas de óleo diminuíram ao longo do período reprodutivo, com valores maiores em setembro. Taxas de fertilização e eclosão diminuíram ao longo deste período, apresentando valores maiores em setembro (88,0%, 55,2%) e menores em dezembro (43,0%, 25,2%). As larvas eclodidas dos ovos, obtidas em outubro, eram maiores e apresentavam maior peso (8,24 mm; 1,57 mg). A taxa de sobrevivência aos 30 dias pós-eclosão foi maior nos meses de setembro e outubro, apresentando valores similares (66,1%, 62,9%), no entanto, houve uma diminuição acentuada na sobrevivência das larvas de ovos em novembro e dezembro (22,4%, 23,3%). Além disso, o maior peso corporal (15,1 mg) e o comprimento total (15,25 mm) aos 30 dias pós-eclosão foram obtidos a partir de larvas de ovos durante o mês de outubro. Os resultados obtidos mostraram que a qualidade dos ovos em geral foi melhor no início do período reprodutivo, influenciando o desempenho das larvas.


Sociedade Brasileira de Ictiologia Universidade Estadual de Maringá, Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura/Coleção Ictiologia, Av. Colombo, 5790, 87020-900 Maringá, PR, Brasil, Tel.: (55 44)3011 4632 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: neoichth@nupelia.uem.br