Podridão da haste de Zamioculcas zamiifolia causada por Sclerotium rolfsii

Resumo

A espécie Zamioculcas zamiifolia (Araceae) está entre as espécies exóticas mais utilizadas e cultivadas no Brasil como plantas ornamentais e requisitada em projetos de paisagismo. Apesar de apresentar durabilidade no transporte e adaptação em ambientes com pouca luz, esta ornamental é acometida por diferentes patógenos. Assim o objetivo foi detectar e identificar o patógeno causador de podridão na haste de Z. zamiifolia em cultivos comerciais. Plantas de Z. zamiifolia apresentando sintomas de podridão nas hastes foram encaminhadas para diagnose fitossanitária. O isolado fúngico obtido, SR-001, apresentou, em meio de cultura, características morfológicas de micélio aéreo de aspecto cotonoso, hifas hialinas septadas, sem produção de esporos, e com formação de pequenos escleródios esféricos de coloração marrom. Para comprovar a patogenicidade, plantas de Z. zamiifolia foram inoculadas com o isolado SR-001 e, após quinze dias, procedeu-se o reisolamento do fungo quando do aparecimento dos mesmos sintomas de podridão. O isolado SR-001 foi identificado como Sclerotium rolfsii e a sequência representativa de S. rolfsii foi depositada no GenBank (Acesso MG694322). Este isolado fúngico não tem sido associado com doenças em Z. zamiifolia no Brasil, sendo assim este o primeiro relato do fungo infectando essa espécie de planta ornamental em área de cultivo.

Palavras-chave:
Sclerotium rolfsii; Damping-off; plantas ornamentais; podridão-de-esclerotium

Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais Av. Av. Peter Henry Rolfs, s/n, 36570-000 - Viçosa, Minas Gerais - Brasil, (32) 3379-4983, Tel: (32) 3379-4983 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: editor.ornamentalhorticulture@gmail.com