Coexistência de Confiança e Oportunismo em Projetos Cooperativos entre Startups

Caroline Cordova Bicudo da Costa Edgar Reyes Junior Fagner de Oliveira Dias Sobre os autores

Resumo

Este estudo parte do paradoxo da coexistência de oportunismo e confiança em relacionamentos interorganizacionais, com o objetivo de analisar como oportunismo e confiança se desenvolvem em projetos cooperativos entre startups. Para isso, foram analisados seis projetos por meio de dez entrevistas semiestruturadas, no contexto de um estudo de múltiplos casos. A análise dos dados ocorreu por meio da técnica de análise de conteúdo. Como principais resultados, observou-se empiricamente a coexistência de confiança e oportunismo, considerando que o oportunismo nem sempre ameaçou a continuidade dos projetos cooperativos. Foi identificada uma dinâmica interacional de bases oportunistas quando a dimensão de confiança em integridade não foi caracterizada. Já em projetos em que a dimensão integridade existiu, o oportunismo não foi identificado. O estudo contribui com a literatura sobre a coexistência de confiança e oportunismo no contexto de cooperação, uma vez que até a presente data não há registros de pesquisas empíricas sobre o fenômeno em projetos cooperativos. Os resultados oferecem, ainda, implicações práticas sobre a relevância de competências que permitam o gerenciamento de relacionamentos com diferentes níveis de confiança e oportunismo.

relacionamentos interorganizacionais; cooperação; contratos; confiança; oportunismo

Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia Av. Reitor Miguel Calmon, s/n 3o. sala 29, 41110-903 Salvador-BA Brasil, Tel.: (55 71) 3283-7344, Fax.:(55 71) 3283-7667 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: revistaoes@ufba.br