Clima organizacional: uma análise de sua definição e de seus componentes

Kátia Puente-Palacios Isa Aparecida de Freitas Sobre os autores

Um elemento de fundamental importância em relação à efetividade organizacional é o impacto que o clima exerce sobre o comportamento e desempenho dos indivíduos na organização. Contudo, apesar dos inúmeros estudos realizados, uma adequada compreensão dos seus componentes e características ainda não foi atingida. As conseqüências da falta de definição precisa do construto clima organizacional são, dentre outras: a) impossibilidade de comparação dos estudos realizados, b) dificuldade no estabelecimento dos principais preditores e conseqüentes, e c) imprecisão na análise da eficácia de ações de intervenção, implementadas nas organizações, a partir de diagnósticos de clima. Tendo em vista esse cenário, o presente trabalho tem por objetivo contribuir para a melhor definição do clima da organização, estabelecendo as características teóricas deste construto, assim como apontando os seus principais componentes. Tomando como base a definição dada por Koys e DeCotiis (1991), realizou-se uma análise teórica da extensão do conceito mediante a qual procura-se contribuir para a delimitação mais precisa do construto, bem como para a definição das dimensões que o compõem. O presente artigo encerra fazendo um alerta sobre a necessidade de estudos empíricos que permitam analisar a validade psicométrica da proposta apresentada pelas autoras.


Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia Av. Reitor Miguel Calmon, s/n 3o. sala 29, 41110-903 Salvador-BA Brasil, Tel.: (55 71) 3283-7344, Fax.:(55 71) 3283-7667 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: revistaoes@ufba.br
Accessibility / Report Error